Notícias da categroia

Balanço

O resultado operacional divulgado por empresas de capital aberto do setor de telecomunicações e TICs


Custos com depreciação dobraram com entrada em funcionamento do SGDC. Contratos com estatais, no entanto, fez receitas saltarem 2,7x.

Operadora cresceu no B2B com expansão da rede a 18 novos mercados, mas encolheu nas vendas ao consumidor final.

Aumento da receita e queda das despesas operacionais contribuíram para o desempenho da estatal

Designed by Freepik

Companhia gastou mais para compara espectro em 2018 e terminou ao com prejuízo.

Receita da unidade brasileira caiu 15,5% em 2018, comparado a 2017, em função da conversão cambial para registro no balanço da holding espanhola. Sem influência cambial, receitas brasileiras teriam crescido 0,3%, enquanto as vendas do grupo como um todo, 2,4%.

Resultado normalizado, sem fatores não-recorrentes, aponta expansão de 26% do lucro líquido, para R$ 1,56 bilhão no ano. Capex anual foi de R$ 4 bilhões, enquanto o endividamento caiu quase pela metade.

Empresa projeto crescimento de 9 a 10% neste ano, com interconexões em expansão mais acelerada que o mercado de colocation.

Receitas cresceram 7%. Empresa registrou expansão em todas as geografias onde atua.