Notícias da categroia

Anuário TeleSíntese

Levantamento do que a indústria, operadoras e prestadores de serviço criaram com potencial para se diferenciarem da concorrência


A Coprel Telecom leva conexão de qualidade às áreas rurais do Rio Grande do Sul, pegando carona na infraestrutura de energia elétrica da Coprel Energia. Depois de atender às pequenas cidades, vai cobrir os distritos.

A Mob Telecom, que está dobrando de tamanho, aumentou o faturamento em 104%, no ano de 2016, e aposta em CDN para melhorar a qualidade da banda larga.

Com sistema de georreferenciamento das caixas de distribuição de FTTH, a Bignet facilita a instalação de equipamentos nas casas dos clientes e melhora a produtividade da equipe de campo.

A Eutelsat desenvolveu uma solução de comunicação via satélite bem mais barata que as VSATs convencionais para atender a mercados como o de IoT. A solução é complementar a redes celulares.

A plataforma de pré-pago da Algar Telecom foi preparada para receber pagamentos por meio de bitcoin, uma moeda virtual autorregulada.

Óculos inteligentes com um aplicativo de realidade aumentada, conectado a um portal web, permitem ao técnico fazer o reparo, transmitindo informações online ao suporte remoto.

Pelo sinal do celular, operadora traça mapa de deslocamento de pessoas em tempo real, gerando dados para monitorar o trânsito, auxiliar a segurança pública e contribuir com a limpeza urbana.

Veja a lista completa de empresas que receberam o troféu, após a avaliação de um grande júri formado por representantes de governo, da academia, da sociedade civil e da Momento Editorial.

Foram 20 empresas premiadas em cinco categorias: operadoras, operadoras regionais, fornecedores de produtos, de software e serviços e desenvolvedores de apps e conteúdo. Também foi entregue o prêmio especial de tecnologia nacional

O Anuário, com 187 projetos inovadores, será lançado na Unibes Cultural, em São Paulo, na solenidade de premiação dos projetos vencedores