Notícias da categroia

Anuário TeleSíntese

Levantamento do que a indústria, operadoras e prestadores de serviço criaram com potencial para se diferenciarem da concorrência


Na corrida para oferecer mais cobertura, mais velocidade e mais serviços aos clientes de telefonia móvel celular de 4G, as operadoras buscam o que faz diferença: agregar mais frequência.

Todas as operadoras brasileiras aprofundam investimentos para levar conectividade mais rápida até a casa do cliente.

Empresas iniciam a operação de novos satélites em posições orbitais brasileiras, ampliam a oferta de dados e aquecem a competição.

Eles querem garantir contratos nos rincões e aguardam a cobertura do SGDC, o único satélite sobre o país capaz de cobrir 100% do território com banda Ka.

Conheça quais tecnologias levaram ao crescimento no lançamento de novos satélites. E, acredite, muitos mais vão cobrir a Terra no futuro.

Já existe consenso sobre o que é preciso fazer para destravar os investimentos em telecom e colocar as tecnologias digitais para alavancar a produtividade da economia. O que falta é colocar o setor entre as prioridades de governo.

Juarez Quadros acha que todo governante em início de mandato tem mais força para fazer as mudanças que o setor de telecomunicações precisa

Em poucos meses, Vivo já sentiu mudança no comportamento do usuário, com aumento do uso dos canais digitais e queda nas ligações para o call center

Operadora diz que estratégia agressiva de vendas, iniciada em 2017 com o Passaporte Américas e ampliada este ano com o Passaporte Europa, se revelou extremamente acertada.

Para o diretor do Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Ericsson Telecomunicações, Edvaldo Santos, já existe tecnologia para resolver os graves problemas de segurança pública, mobilidade e saúde das grandes cidades. O que falta é articulação entre governo, sociedade e iniciativa privada.