Artigo na categoria Tendências

O que vem por aí, por onde devem caminhar a política, tecnologia e regulamentação do setor de telecomunicações e tecnologia.


telefone-fixo-linha-fixa-concessao-foto-de-Aidan-cc-by-20
Tendências

Linhas fixas caem pela primeira vez entre autorizadas. Nem tanto como afirmou a Anatel

Em 2016, as operadoras autorizadas perderam 648 mil clientes de telefone fixo; ou 1,148 milhão, conforme informou a Anatel. Mas nesse total foram consideradas as 500 mil linhas da GVT no estado de São Paulo transferidas para a concessão da Telefônica, mas não explicadas pela agência. Já as concessionárias se beneficiaram da incorporação da GVT. Perderam 696,6 mil linhas na contabilidade oficial. A perda real foi de 1,2 milhão de linhas.

Leia mais 0 Comentários
shutterstock_yienkeat_telefonia_fixa_fibra_otica_geral_abstrata
Tendências

Para se oxigenar, as teles recorrem às startups

Tim e Grupo Algar lançaram programas este ano. A veterana Telefônica fez novas parcerias. As teles aderem ao movimento das grandes empresas que atuam no Brasil, estrangeiras ou nacionais, de buscar a inovação de seus produtos e serviços com o incentivo, direto ou indireto, ao desenvolvimento de startups. Nesse empreitada contam a parceria de fornecedores, caso da Ericsson e da Accenture.

Leia mais 0 Comentários
shutterstock_ IrinaK_satelite
Tendências

Faixa de 450 MHz está sendo trocada por satélite. Como é possível?

Conforme a Oi, que tem até um projeto aprovado com os subsídios do REPNBL para construir a rede LTE 450 MHz em Goiás e em Brasília, a alternativa de se ocupar essa frequência baixa para levar a banda larga para os rincões do país ainda não se comprovou comercialmente viável. A empresa defende que a oferta via satélite não é tão mais cara, traz redução de custos de instalação e pode entregar novos serviços.

Leia mais 2 Comentários