Artigo na categoria Negócios

O que acontece nas empresas e entre as empresas de telecomunicações e tecnologia.


grafico-positivo-dinheiro-moeda-936x600 ascendente
Negócios

A disputa (política) em torno do valor dos bens reversíveis: R$ 20 bi ou R$ 100 bi?

O que está por trás da diferença entre os valores atuais dos bens reversíveis das concessões de telefonia fixa não são metodologias diferentes de cálculos, porque não existe multiplicação de pães. Mas a defesa de modelos diferentes para o setor de telecom. A oposição e outros segmentos da sociedade usam o mantra dos R$ 100 bilhões – valor do patrimônio à época da venda das empresas do Sistema Telebras atualizado – para pressionar por alterações no PL 79, que mexe na LGT. O que está em disputa não é a telefonia fixa virar autorização. É um novo modelo para a banda larga.

Leia mais 1 Comentário
shutterstock_Jerry Sliwowski_Justica_Regulacao_Anatel_Desempenho_Balanco
Negócios

Para a Oi, ação da AGU pode ter efeitos devastadores

A ação da AGU, que segundo o procurador Paulo Firmeza, não pretende mexer com as atividades-fim da concessionária, mas evitar que ela contrate com o Poder Público, teria um efeito muito maior do que isso sobre a empresa avaliam analistas. A Oi ficaria impedida de tirar a certidão negativa de débito, o que a impediria até prestar serviço para a justiça eleitoral, por exemplo.

Leia mais 0 Comentários
sanfelice-ricardo-Vivo
Negócios

Vivo adota metodologia do Vale do Silício para transformação digital

Segundo Ricardo Sanfelice, responsável pela recém criada vice-presidência de Estratégia Digital e Inovação da empresa, a missão é fazer com que 80% dos processos de sua área sejam desenvolvidos dentro de um novo conceito de trabalho, conduzido por pequenas equipes multidisciplinares, os chamados “esquadrões”. Com isso, o desenvolvimento de produtos digitais para os usuários vai ganhar maior agilidade, produtividade e eficiência.

Leia mais 0 Comentários
executivo empresas afundando crise disputa briga embate abandonado impostos sozinho
Negócios

A frustração da renegociação da dívida da Oi acende o sinal vermelho no mercado

Consultores e analistas avaliam que até o dia 10 de julho a situação estará definida. E apostam na alta probabilidade de que a concessionária tenha que requerer a recuperação judicial, o que lhe daria fôlego para fazer uma negociação com os credores até março de 2017, em termos mais próximos ao que propôs e não foi aceito pelos credores.

Leia mais 0 Comentários