Artigo na categoria Negócios

O que acontece nas empresas e entre as empresas de telecomunicações e tecnologia.


shutterstock_Jerry Sliwowski_Justica_Regulacao_Anatel_Desempenho_Balanco
Negócios

Para a Oi, ação da AGU pode ter efeitos devastadores

A ação da AGU, que segundo o procurador Paulo Firmeza, não pretende mexer com as atividades-fim da concessionária, mas evitar que ela contrate com o Poder Público, teria um efeito muito maior do que isso sobre a empresa avaliam analistas. A Oi ficaria impedida de tirar a certidão negativa de débito, o que a impediria até prestar serviço para a justiça eleitoral, por exemplo.

Leia mais 0 Comentários
sanfelice-ricardo-Vivo
Negócios

Vivo adota metodologia do Vale do Silício para transformação digital

Segundo Ricardo Sanfelice, responsável pela recém criada vice-presidência de Estratégia Digital e Inovação da empresa, a missão é fazer com que 80% dos processos de sua área sejam desenvolvidos dentro de um novo conceito de trabalho, conduzido por pequenas equipes multidisciplinares, os chamados “esquadrões”. Com isso, o desenvolvimento de produtos digitais para os usuários vai ganhar maior agilidade, produtividade e eficiência.

Leia mais 0 Comentários
executivo empresas afundando crise disputa briga embate abandonado impostos sozinho
Negócios

A frustração da renegociação da dívida da Oi acende o sinal vermelho no mercado

Consultores e analistas avaliam que até o dia 10 de julho a situação estará definida. E apostam na alta probabilidade de que a concessionária tenha que requerer a recuperação judicial, o que lhe daria fôlego para fazer uma negociação com os credores até março de 2017, em termos mais próximos ao que propôs e não foi aceito pelos credores.

Leia mais 0 Comentários
executivo empresas afundando crise disputa briga embate abandonado impostos sozinho
Negócios

A construção da ponte da Condecine, sem mexer na taxa?

As teles acenam que mantêm o compromisso assumido, de fazer o depósito do principal, que significa centenas de milhares de reais, desde que a área econômica deixe de aplicar a correção de 25% estabelecida sobre essa taxa. Na avaliação de diferentes interlocutores do governo, será muito difícil convencer a área econômica a voltar atrás nesse reajuste. Até porque, não foi a única correção implementada e poderia pressionar outros setores.

Leia mais 0 Comentários