Capitalização para injetar recursos no Cabify


A Maxi Mobility arrecadou US$ 160 milhões de investidores, incluindo o Rakuten para dar gás ao Cabify na disputa pelo mercado latino-americano de aplicativos de transporte de carro. O investimento valoriza o negócio em US$ 1,4 bilhão e será usado para reforçar Cabify e Easy Taxi, serviços de transporte da Maxi Mobility.

Rakuten, o grupo de comércio eletrônico que também investiu no rival da Uber, Lyft, é um concorrente do SoftBank, que este mês se tornou o maior acionista da Uber após um investimento de US$ 9,3 bilhões. Desta vez, Rakuten vai investir na Maxi Mobility ao lado de The Venture City, Endeavour Catalyst e GAT Investments, entre outros.

A arrecadação de fundos será usada para melhorar a operação nos mercados existentes e ocorre poucas semanas depois de o grupo chinês Didi Chuxing ter adquirido o brasileiro 99, também um aplicativo de transporte, aumentando as apostas na maior economia da América Latina e um dos maiores mercados de transporte de passageiros.

O Uber tem 17 milhões de usuários e 500 mil motoristas no Brasil, fazendo do país o segundo maior mercado fora dos EUA. Já o 99 conta com 14 milhões de usuários e 300 mil motoristas no país. O Cabify vem muito, com 3 milhões de usuários e um número não revelado motoristas. Globalmente tem 13 milhões de usuários na América Latina, Espanha e Portugal.

Novo Country Manager no Brasil

A Cabify anuncia Fernando Matias como novo Country Manager Brasil. Anteriormente, o executivo era CEO da Easy no Brasil. Já Daniel Bedoya, que ocupou o cargo desde o início da operação brasileira, assume como novo COO (Chief Operating Officer) Global da Cabify.

Matias presidia a Easy no Brasil, que agora passa a ser comandada por Bruno Mantecón, até então, diretor de operações da empresa.

(Com noticiário internacional)

Anterior Com parcerias e novas iniciativas, CPqD segue incentivando o desenvolvimento da tecnologia brasileira
Próximos 1,6 milhão de pessoas pediram bloqueio de celulares roubados a operadoras em 2017