Campanha nacional da marca Vivo começa dia 15


A partir de domingo, dia 15, todos os produtos da Telefônica passam a ser comercializados no país com a marca comercial Vivo, que passa a oferecer os serviços de voz e banda larga fixa, dados e TV por assinatura. O nome Telefônica se mantém apenas como marca institucional. Junto com a campanha que estreia em rede nacional de TV, mídia impressa e online, a companhia lança um novo portal, muda a logomarca em suas lojas, nos orelhões, veículos de serviços externos e nas centrais de atendimento.

“A nova marca é resultado de um trabalho de 18 meses de integração das equipes e transformação da empresa”, comentou o presidente da Telefônica / Vivo, Antonio Carlos Valente, que anunciou hoje, oficialmente, a mudança do nome. Nos 18 meses de reestruturação, ocorrida em função da incorporação da Vivo, foram investidos R$ 120 milhões na reorganização de setores e departamentos e no treinamento de 117 mil profissionais, entre empregados e prestadores de serviços). O processo de sinergia resultou também em demissões ao longo do processo, a última delas um corte de 1.500 funcionários, anunciada no mês passado.

O principal impacto da mudança é no Estado de São Paulo, área de concessão da Telefônica. No estado, a empresa já comunicou os clientes a adoção das marcas Vivo Fixo, Vivo Speedy e Vivo TV. Os clientes dos serviços móveis e fixos passam a ser atendidos em uma central convergente. As faturas, no entanto, serão enviadas separadamente, mas com a identificação Vivo. “O billing não será unificado neste primeiro momento”, informou Paulo Cesar Teixeira, diretor geral da empresa.

Com a nova identidade, a companhia passa a trabalhar também o slogan “Vivo. Conectados Viveremos Melhor”, que substitui o atual, “Vivo. Conexão como Nenhuma Outra”, que era usado pela empresa de telefonia móvel desde 2009. A marca Vivo foi criada em 2003 e quando surgiu trazia o slogan “Vivo é Você em Primeiro Lugar”. Com a incorporação da operadora móvel, a Telefônica passou a ser a maior empresa de telecomunicações do país, com 90 milhões de clientes, dos quais mais de 74 milhões são da operação móvel.

A adoção da marca comercial Vivo segue a estratégia global do grupo, que utiliza outras marcas para seus produtos e serviços nos 25 países onde atua: MoviStar na América Latina e Espanha, e O2, na Europa (com exceção da Espanha onde usa comercialmente a marca Telefónica).

Anterior Com marca Vivo, clientes da telefonia fixa de São Paulo vão ter vantagens
Próximos Nextel anuncia Ricardo Watanabe como CFO