Cai o número de tentativas de fraudes contra telefonia em fevereiro


O Brasil sofreu 152.907 tentativas de fraude conhecida como roubo de identidade, em fevereiro, o que representa um crescimento de 3,2% em relação a igual período de 2013. O número é do Indicador Serasa Experian de Tentativas de Fraudes – Consumidor, divulgado nesta terça-feira (25). O levantamento também registrou alta de 5,9% na comparação bimestral (janeiro a fevereiro de 2014 contra o mesmo período de 2013).

Telefonia respondeu por 57.055 registros, totalizando 37,3% do total de tentativas de fraude realizadas em fevereiro de 2014, queda em relação aos 41,3% registrados pelo setor no mesmo mês de 2013. O setor, entretanto, continua na liderança.

Já o setor de serviços – que inclui construtoras, imobiliárias, seguradoras e serviços em geral (salões de beleza, pacotes turísticos etc.) – teve 48.464 registros, equivalente a 31,7% do total. No mesmo período no ano passado, este era o setor respondeu por 30,8% das ocorrências.

O setor bancário é o terceiro do ranking de registros em fevereiro de 2014, com 31.524 tentativas, 20,6% do total. No mesmo período de 2013, o setor respondeu por 18,3% dos casos.

O segmento varejo teve 12.596 mil tentativas de fraude, registrando 8,2% das investidas contra o consumidor em fevereiro de 2014, queda em relação aos 8,1% observados em fevereiro de 2013. O ranking de tentativas de fraude de fevereiro de 2014 é composto ainda por demais segmentos (2,1%).(Da redação, com assessoria de imprensa)

Anterior NET faz aumento de capital
Próximos Oi vai emitir R$ 3,4 bi em debêntures para liquidar dívida