Cai lucratividade das empresas indianas de TI


Depois de anos de crescimento consideravelmente positivo, as empresas indianas desenvolvedoras de softwares sob medida e responsáveis por outsourcing de plataformas de TI de empresas têm registrado queda  em suas margens de lucro e na demanda por parte de alguns de seus clientes norte-americanos. Isto acontece, principalmente, pela redução dos custos nos setores de backoffice e desenvolvimento destes clientes. Essa diminuição na margem de lucro tem sido de 15%, em média. No entanto, os novos projetos têm aumentado na proporção de 20 a 30%. Consultores de outsourcing afirmam que apenas este  comportamento tende a ocorrer em ritmo mais lento e os novos projetos terão margens de lucro menores.

Os principais clientes da empresas indianas de TI na área de offshore têm reduzido a sua demanda devido ao aumento do preço do petróleo e do enfraquecimento de seus próprios negócios. Por isso, eles têm pedido  a estes fornecedores que, literalmente, façam mais, por menos. Isso ocorre, por exemplo, no caso do pagamento e projetos de softwares já concluídos, cujo pagamento tem sido feito com valores 15% menores.

Neste segundo trimestre de 2011, varejistas como WalMart e empresas como Cisco, Ericsson e AIG diminuíram suas margens com empresas como a TCS, Infosys e Wipro  entre 1 e 3%. De acordo com um CEO de uma empresa desse setor, “Accenture e Infosys estão pensando duas vezes antes de deixar um projeto e perdê-lo para rivais,  por causa de lucro menores.”
stas companhias de TI têm sofrido forte pressão dos salários ao contratar engenheiros recém-formados. As remunerações neste setor têm aumentado  entre 10 e 15% e engenheiros com experiência entre três a seis meses tem recebido valores elevados em torno de 40 a 50% em comparação aos níveis salariais de 2008.

Antes, as empresas desenvolvedoras cogitavam lucros de 30% em cada negociação. Hoje, mantêm margens de lucro de até 20%, dependendo do projeto. Analistas da Kotac, CLSA e  Religare, empresas do setor de investimentos, prevêem resultados 2 a 6% menores para  o segundo trimestre de 2011, baseados neste novo contexto de negociações entre indianos e norte-americanos.  (Da Redação, com noticiário internacional)

Anterior Ministério Público do PI pede multa de R$ 50 milhões contra a Claro
Próximos Dois novos diretores da Telebrás dão expediente informal