Cai 18% a arrecadação do Tesouro com telecom


shutterstock_john michael evan potter_imposto_economia_negocios

Um dos serviços mais taxados do mundo, as telecomunicações brasileiras começam a dar sinais de que excesso de impostos já afeta a arrecadação do governo. Hoje, a Secretaria da Receita Federal divulgou os dados da arrecadação global do Leão em 2016, com queda de 2,97%, atingindo R$ 1,289 trilhão. Mas a queda de arrecadação com o setor de telecomunicações foi muito mais significativa: de 17,70%.

Os usuários de telecomunicações deixaram nos cofres do governo federal R$ 12,139 bilhões, contra R$ 14, 749 bilhões de 2015.

Os setores que mais sentiram a recessão do ano passado, e que registraram a maior queda no recolhimento dos impostos foram os de metalurgia (queda de 35,15%) e o de fabricação de automóveis, ( redução de 23,76%).

Anterior Souza Pinto: Qual é a lógica para um novo modelo de telecomunicações?
Próximos SBT, Record e RedeTV querem vender conteúdo ao Netflix

3 Comments

  1. Gabriel
    27 de Janeiro de 2017

    Curva de Laffer em ação. Algo que políticos e “economistas” brasileiros nem devem conhecer.

    Sonegação é apenas uma das consequências do excesso de impostos, não o problema. Enquanto impostos forem excessivos, soneguemos mais! Em tempo: imposto é roubo.

  2. Junior
    30 de Janeiro de 2017

    Esse leão tem uma presa só