O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) arquivou ontem o processo em que analisava o aumento de capital da Oi previsto no plano de recuperação judicial da companhia. No processo, o órgão já havia dado sinal verde para a operação em 19 de junho, mas ainda esperava eventuais manifestações contrárias – que não apareceram.

Com isso, a companhia fica liberada para trocar parte da dívida nas mãos de bondholders por participação societária, conforme as regras do plano aprovado em 2017 e homologado no começo deste ano pela Justiça. A Anatel, que também precisava dar sua anuência ao negócio, já se manifestou favorável.