Cade aprova fábrica brasileira de semicondutores


O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou nesta quarta-feira (21) a aquisição, pela EBX, MATEC, BNDES, BDMG e IBM, do capital social da SIX, antes unicamente detido pela WS. O objeto da operação é a projeção, produção e comercialização de semicondutores (chips eletrônicos) no Brasil.

A SIX Semicondutores, será a mais moderna fábrica de semicondutores do hemisfério Sul. O investimento de R$ 1 bilhão e a fábrica atenderá a nichos de mercado, produzindo circuitos integrados customizados e obtendo, consequentemente, margens maiores do que na produção em massa de chips.

As obras da SIX, que funcionará em Ribeirão das Neves, em Minas Gerais, foram iniciadas no primeiro semestre deste ano e a previsão é que o trabalho esteja concluído no final de 2014. Quando estiver em operação, a nova empresa deverá gerar 300 empregos diretos.

Em seu voto, o conselheiro relator, Alessandro Octaviani, destacou que os semicondutores utilizados atualmente no Brasil são todos importados, uma vez que o país não conta hoje com tecnologia para produzi-los localmente. A base de fabricação de semicondutores no mundo está instalada nos Estados Unidos, Japão, Europa e outros tigres asiáticos.

O BNDES vai financiar R$ 267 milhões do total investido e a BNDESPar, braço de participações do banco, investirá R$ 245 milhões no empreendimento, totalizando R$ 512 milhões, mais da metade dos recursos envolvidos na operação.(Da redação, com assessoria de imprensa)

Anterior Oi lança Rdio para iOS e atualiza versão Android
Próximos Com contratos já firmados, Ericsson deterá metade do mercado de LTE na América Latina