Cade aprova dissolução de parceria entre Sony e Fox para venda de vídeo caseiro


O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrição o fim da joint-venture formada pela Sony Pictures e a Fox Filme do Brasil, criada em 2011 para venda de conteúdo em formato físico. A JV está inativa desde 2016, em função do declínio do mercado de aluguel e venda de vídeo caseiro, como DVD ou Disco Blu-Ray, no Brasil.

Pela operação, a Fox Filme, que detinha 50% da JV, sai da FSPHE (Fox-Sony Pictures Home Entertainment do Brasil), enquanto a Sony Home adquirirá seu controle unitário. As Partes esclareceram que decidiram alterar a estrutura dos seus modelos de negócio, levando seus negócios em diferentes direções, razão pela qual decidiram terminar a parceria.

Para a Superintendência-Geral do Cade, a operação não altera as condições no mercado de comercialização de produtos físicos de entretenimento doméstico, sendo possível sua aprovação por rito sumário. Ou seja, não precisa nem passar pelo plenário do Cade.

Anterior Telefónica avalia venda de prédios de data centers inclusive no Brasil
Próximos Ancine publica agenda regulatória para 2019 a 2020