Cade aprova compra de ativos da Cemig pela American Towers


A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) recomendou a aprovação, sem restrição, da compra de ativos de telecomunicações da Cemig pela Amarican Towers do Brasil – Internet das Coisas. Para o órgão, a operação não gera sobreposição horizontal nem integração vertical, já que a empresa norte-americana de aluguel de torres não atua no mercado de internet no país. Portanto, não gera preocupações concorrenciais.

A American Tower adquiriu por mais de R$ 570 milhões, em leilão realizado em agosto, a rede ótica da Cemig nas cidades de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. O negócio inclui a transferência da infraestrutura de pontos de presença e equipamentos da rede da companhia energética mineira para a empresa de aluguel de infraestrutura.

Além da compra dos bens, a operação compreende a transferência de contratos celebrados para provimento de capacidade de atendimento de serviços de telecomunicação e contratos privados e públicos celebrados para prestação do Serviço de Comunicação Multimídia (SCM). Por ser uma operação envolvendo apenas aquisição de ativos, não há modificações na estrutura societária de nenhuma das empresas.

Para a empresa norte-americana, a operação é a chance de diversificar suas atividades no Brasil, passando a oferecer serviços SCM. Já a CEMIG vê no negócio uma oportunidade de venda de seus ativos para que a empresa possa se capitalizar, em linha com sua atual política de desmobilização de ativos.

Anterior Padtec fornece tecnologia para provedores de internet do Paraná
Próximos BNDES já analisa 54 projetos de soluções de IoT