Cade aprova aquisição da CCE pela Lenovo


O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou a compra da CCE pela Lenovo, anunciada em setembro deste ano. De acordo com a companhia chinesa, a partir de janeiro de 2013, as empresas passam a atuar em conjunto, expandindo sua presença no mercado brasileiro de PCs e entrando efetivamente na era PC+, com computadores, tablets, smartphones e TVs.

A integração trará melhorias significativas para ambas as operações, beneficiando os consumidores com um portfólio mais completo, competitivo e de qualidade no cenário nacional, com a CCE como parte do Grupo Lenovo, diz a compamhia. “Esse é um momento importante para todo o grupo Lenovo, especialmente para as operações Brasil. Com a aquisição de um player com grande presença no mercado brasileiro, ganhamos força para ampliar nossa capilaridade no país e reforçar a marca como sinônimo de qualidade e acessibilidade”, afirma Dan Stone, presidente e General Manager da Lenovo Brasil.

Para garantir a satisfação dos consumidores e garantir a qualidade dos serviços, as companhias terão gestões diretas separadas, com Dan Stone como presidente e General Manager da Lenovo Brasil e Roberto Sverner e Eduardo Sverner como CEO e COO da CCE, respectivamente.

A aquisição, no valor de R$ 300 milhões, foi anunciada no dia 5 de setembro pelas companhias. A Lenovo adquiriu 100% do capital da Digibrás Participações, que controla as companhias Digiboard e Dual Mix. Do total, 75% seria pago em dinheiro e o restante, em ações da Lenovo.(Da redação, com assessoria de imprensa)

Anterior Operadoras preveem investimentos de R$ 2,5 bi para melhorar serviço de TV paga
Próximos Procon-SP divulga lista com 200 sites de compras irregulares