Cade aprova a aquisição do controle da Trópico pelo CPqD


O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou a aquisição do controle da Trópico Sistemas e Telecomunicações pela Fundação CPqD, da qual já era sócia minoritária. As ações da holding, que atua na área de fabricação de aparelhos telefônicos e de outros equipamentos de comunicação, peças e acessórios, pertenciam à Promon S.A., que mudou sua estratégia de negócios para outros segmentos de mercado.

A Trópico detém o controle das empresas operacionais Trópico Sistemas de Telecomunicações da Amazônia e Vectura Serviços de Software, que atuam no desenvolvimento e fornecimento de soluções e serviços para infraestrutura de redes de operadoras de telecomunicações voltadas a agilizar a comunicação convergente em Redes de Nova Geração (NGN) e IMS – IP Multimedia Subsystem e de consultoria em tecnologia da informação (vendas de Software, suporte técnico, instalação, montagem).

De acordo com o Cade, a operação constitui aquisição de controle, sem sobreposição horizontal ou integração vertical. O negócio foi aprovado sem restrições, em análise sumária. A Promon era detentora de 60% do capital da Trópico, enquanto o CPqD possuía 30%. Com a transferência das ações, a Fundação passará a deter 90% da empresa. Os valores referentes à operação não foram divulgados.

Anterior Oi considera inoportuna a OPA de Isabel dos Santos para compra de ações da PT
Próximos TIM terá coquetel no dia 14 para lançamento dos iPhone6 e iPhone6Plus