BT recebe licença para operar em toda a China


A operadora britânica BT comunicou hoje, 24, que recebeu autorização do governo da China para entrar no mercado local de provedores de internet. A companhia recebeu duas licenças federais: uma para explorar serviços de valor adicionado e outra para se tornar uma ISP de alcance nacional. Dessa forma, a empresa poderá vender diretamente aos clientes locais e realizar cobranças na moeda chinesa (RMB).

A autorização para explorar serviços de valor adicionado permitirá à BT vender pacotes domésticos de transmissão IP-VPN.

“Graças à colaboração entre os governos da República Democrática da China e do Reino Unido, poderemos oferecer um serviço em todo o país em linha com a demanda local e as necessidades de nossos clientes”, diz Bas Burger, CEO da unidade de Serviços Globais da BT.

O secretário britânico do Comércio, Liam Fox, deixou a modéstia de lado e afirmou que a obtenção das licenças se deveu ao esforço de sua pasta. “Esse marco exemplifica o trabalho vital do meu departamento de economia internacional para abrir mercados e garantir que empresas britânicas estejam representadas em todo o globo”.

Segundo o comunicado, a BT é a primeira empresa estrangeira autorizada a operar como provedora de internet em todo o território da China, vender diretamente e cobrar em moeda local. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Moisés Moreira passa a presidir o Gired
Próximos Oi tem novo diretor de vendas para o governo federal