BT não pretende atuar em telefonia fixa e móvel na região


Após comprar a Comsat Internacional, empresa que presta serviços de dados para o governo brasileiro e para empresas privadas, a BT pretende ampliar seu backbone para a oferta de serviços globais para corporações de grande porte. A empresa, no entanto, não tem tem planos de atuar em telefonia fixa e móvel, conforme declarou Luis Alvarez …

Após comprar a Comsat Internacional, empresa que presta serviços de dados para o governo brasileiro e para empresas privadas, a BT pretende ampliar seu backbone para a oferta de serviços globais para corporações de grande porte. A empresa, no entanto, não tem tem planos de atuar em telefonia fixa e móvel, conforme declarou Luis Alvarez Satorre, presidente da BT para Espanha, Portugal e America Latina (AL), em teleconferência a jornalistas na tarde de hoje, 20 de abril. Sem citar prazos, ele afirmou que "o lançamento de novos serviços convergentes, como telefones WiFi, estão previstos para a região para atender o mercado corporativo", que dever receber US$ 100 milhões de investimento este ano. Satorre afirmou que a expectativa é crescer acima dos dois dígitos, e que a incorporação da Comsat, que possui uma marca forte no mercado latino-americano, impulsionará a estratégia da empresa, que prevê investimentos globais de US$ 15 bilhões em oito anos, contados a partir de 2005.

(Da Redação

Anterior Planalto intervém em emenda sobre TV digital
Próximos Levantamento da Acel revela profusão de regras para telefonia móvel