BrT: receita com serviços SIM based.


Rio de Janeiro – Como sua rede é GSM desde o início, em 2004, a operadora da região 2 tem tradição de inserir aplicações no SIM Card. Assim, o serviço Brasil Chip, que nasceu com capacidade de 32 kbps e 200 posições de agenda, desde julho do ano passado migrou para Java, dobrou a capacidade, o número …

Rio de Janeiro – Como sua rede é GSM desde o início, em 2004, a operadora da região 2 tem tradição de inserir aplicações no SIM Card. Assim, o serviço Brasil Chip, que nasceu com capacidade de 32 kbps e 200 posições de agenda, desde julho do ano passado migrou para Java, dobrou a capacidade, o número de posições passou a 250. As informações são de Rafael Magdalena, gerente de marketing de produto – mercado de massa da Brasil Telecom, em apresentação hoje, 7, no 6º Congresso GSM Brasil, organizado pelo IBC.
No cardápio do serviço Brasil Chip, entre as várias opções incluem-se a possibilidade de o assinante planejar suas preferências entre alternativas como chaves criptográficas de bancos (hoje há sete disponíveis), SMS, navegação via SMS. Além disso, a operadora pode identificar o aparelho do usuário, assim como a sua localização, o que facilita atualizações, inclusão de novos serviços, o envio de configurações WAP/MMS, por exemplo.
O sucesso da iniciativa, ensina Magdalena, está na simplicidade do serviço, no seu dinamismo, na sua possibilidade de personalização. O resultado tem sido animador: no primeiro trimestre deste ano, cerca de 25% da receita proveniente de serviços de valor agregado foram geradas por serviços SIM based (exclusive downloads como MP3 e jogos Java).
“Com isso, podemos sair da dependência do torpedo (SMS) que, aqui, como já acontece hoje na União Européia, tende a estagnar. Isso nos leva a criar serviços não-commodity, que possam substituir o faturamento de voz e SMS pelo de serviços WAP e SIM based”, concluiu o gerente da BrT. (Anamárcia Vainsencher)

Anterior Em Brasília, Telcomp fala sobre tributos para VoIP
Próximos Sinergia fixo-móvel a todo vapor na BrT