Brasileiro é eleito pela terceira vez para direção do LACNIC


wardner-maia-abrint-lacnicO brasileiro Wardner Maia foi reeleito diretor do LACNIC, organização sem fins lucrativos que gere os recursos de numeração para a internet na região da América Latina e Caribe. Atualmente, ele também é presidente da entidade. Também integra o Conselho Consultivo da Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações (Abrint).

Segundo ele, os principais desafios dos próximos anos estarão relacionados ao esgotamento dos recursos de endereçamento IP e nas políticas que regem a estrutura da internet. “Estamos vivenciando em nossa região o que já acontece na Ásia há mais de três anos, pois não há mais endereços IPv4 suficientes para suprir a demanda. Temos que ter políticas adequadas de distribuição para enfrentar essa fase difícil e mais do que nunca temos um trabalho árduo para o incentivo da adoção do novo protocolo de IPv6”, aponta.

Outra questão relevante que se mostra como um desafio é a nova configuração da governança da internet resultante da aprovação de um novo modelo de estrutura que descentraliza a raiz do mundo online, diminuindo o controle dos processos por parte dos Estados Unidos. “No dia 30 de setembro, foi concluído um processo muito importante para a internet mundial. A supervisão das funções de IANA, antes delegada ao governo norte americano, agora é exercida por um sistema multistakeholder com a participação de toda a comunidade. Este foi um processo em que muitos se dedicaram por mais de dois anos e que queremos ver em pleno funcionamento daqui para diante”, diz Maia.

LACNIC tem sede em Montevideo, sendo um dos cinco registros de endereçamento de internet do mundo. A direção é composta por sete membros, sendo que apenas dois podem ser brasileiros – cota já preenchida com a reeleição de Wardner Maia.

A eleição é feita de forma eletrônica e nela votam as empresas, universidade e instituições que possuem recursos de numeração delegados por LACNIC. Nesta última disputa, cinco candidatos pleitearam duas vagas na organização havendo um total de 1101 votantes. Foram eleitos Wardner Maia com 815 votos e Javier Salazar do México com 356 votos. O outro brasileiro no conselho é o professor Hartmut Glaser, Secretário Executivo do CGI.br.

[Errata: ao contrário do dito originalmente, Clóvis Cecconello, dono do ISP Rio Grande Tecnologia se candidatou, mas não se elegeu a cargo na diretoria da organização. O outro brasileiro é Hartmut Glaser, do CGI.]

Anterior Telefónica vende canal de TV na Argentina
Próximos A privacidade do brasileiro na rede. Cada dia mais ameaças.