Brasil terá 420 milhões de dispositivos digitais em uso ao final de 2019


O Centro de Tecnologia de Informação Aplicada Fundação Getúlio Vargas (FGVcia) divulgou hoje, 25, dados de sua pesquisa anual sobre o mercado brasileiro de tecnologia da informação. Os dados revelados indicam que, até o final do ano, haverá em uso no país nada menos que 420 milhões de dispositivos digitais.

Significa que haverá dois aparelhos ativos para cada habitante. Os pesquisadores consideram dispositivos digitais computadores (desktops e notebooks), tablets e smartphones.

Os dados revelam também que o celulares é um sucesso absoluto de vendas, superando o desejo do brasileiro até mesmo pelo televisor. Conforme a FGVcia, foram vendidos 4 celulares para cada televisor no país em 2018. Foram 48 milhões de celulares vendidos, ante 12 milhões de computadores (incluindo tablets) e 12 milhões de TVs.

A base instalada de computadores hoje é de 180 milhões de computadores, 264 milhões de celulares e 250 milhões de televisores. Significa que o total de celulares por habitante no país é de 126%; de TV, 119%, e de PCs, 86%.

Tal penetração do celular, puxada pelo smartphone, não é um fenômeno exclusivo do Brasil. No mundo calcula-se que a relação entre quantidade de aparelhos e habitantes seja de 119%. O país difere muito quanto à posse de TV (no mundo, a relação base/habitantes é de 91%). Quanto à posse de computadores, aqui a relação é de 86%, enquanto no mundo é de 76%.

A pesquisa foi feita com base em respostas colhidas em 2,6 mil empresas, entre as quais, 66% faziam parte das quinhentas maiores empresas de capital privado do país.

Um resumo do estudo pode ser visto aqui.

Anterior Lucro do Facebook cai 51%
Próximos MCTIC quer regulamentar "silêncio positivo" na lei das Antenas para acabar com o impasse setorial