Brasil tem 40,55 milhões linhas fixas em operação no mês de fevereiro


telefone-fixo-linha-fixa-concessao-foto-de-Aidan-cc-by-20

Os serviços de telefonia fixa continuaram a perder assinantes em fevereiro de 2018, conforme dados revelados hoje, 20, pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Ao final do mês, havia no país 40,55 milhões de assinantes de telefone fixo, número 0,35% inferior ao registrado em janeiro. Comparado a fevereiro de 2017, a retração foi de 2,7%.

Concessionária Janeiro Fevereiro Variação absoluta Variação %
ALGAR 757.426 756.668 -758 -0,10%
CLARO 1.819 1.820 1 0,05%
OI 13.258.543 13.164.601 -93.942 -0,71%
SERCOMTEL 171.094 169.536 -1.558 -0,91%
VIVO 9.357.358 9.345.249 -12.109 -0,13%
Total 23.546.240 23.437.874 -108.366 -0,46%
Fonte: Anatel

As concessionárias continuam a representar a maioria dos acessos, com 23,43 milhões de linhas. As autorizadas têm 17,11 milhões. Ambos perderam clientes no mês e nos últimos 12 meses, embora a retração das concessões seja mais acentuada.

 

Autorizadas  Janeiro Fevereiro Variação absoluta Variação %
ALGAR 341.960 341.960 0 0,00%
BT 3.970 3.970 0 0,00%
CABO 36.309 36.256 -53 -0,15%
CLARO 10.838.896 10.819.412 -19.484 -0,18%
OI 163.960 166.677 2.717 1,66%
Outras 196.138 155.729 -40.409 -20,60%
SERCOMTEL 89.722 89.340 -382 -0,43%
TIM 731.398 736.872 5.474 0,75%
VIVO 4.746.976 4.762.579 15.603 0,33%
Total 17.149.329 17.112.795 -36.534 -0,21%

Em termos de participação de mercado (market share), a Oi segue como a principal concessionária, com 56,17% dos acessos em áreas de concessão, seguida da Vivo, com 39,87%. Já dentre as autorizadas, a Claro (NET) impera, com 63,22% do mercado, seguida de Vivo, com 27,83%.

 

 

Anterior Presidente da Anatel vê no leilão das sobras da 700 MHz chance para a Oi
Próximos Anatel confirma fim do processo de caducidade da Oi, mas mantém controle das reuniões