Brasil é o segundo da América Latina em download pelo celular


A experiência dos usuários brasileiros de download pelo telefone celular foi considerada a segunda melhor da América Latina, com velocidade de 13Mbps, atrás do México, com 14,9 Mbps. Porém, sua taxa de upload é pior, ficando atrás de mais países latino-americanos. O Brasil registra 4,5 Mbps contra 4,8 e 5,8 Mbps da Argentina e Chile, respectivamente. Nenhum país conquistou uma classificação excelente de experiência de vídeo.

Para o estudo “O estado da experiência de rede móvel – Benchmarking mobile na véspera da revolução 5G”, a  Opensignal ouviu usuários de 87 países. O total de 139 bilhões de medições foram realizadas, no período de janeiro a março deste ano. A pesquisa usou como métricas as experiências de vídeo, velocidade de download e upload, análise de disponibilidade 4G e latência, desde  a captura do vídeo à transmissão no dispositivo conectado via 4G.

A Coreia do Sul foi considerado o país que oferece mais disponibilidade da rede 4G, com 97,5%, seguida do Japão, 96.3%, e Noruega, 95.5%. Enquanto os países latino-americanos obtiveram uma taxa de disponibilidade que varia  de 70% a 80%. Apenas o Peru e Panamá apresentaram pontuações acima de 80%. O Brasil aparece com 72%.

Vídeo e latência

A experiência dos usuários no que diz respeito a vídeo ficou a desejar em todos os países. A Europa, no entanto, foi a região com melhores classificações. O Brasil obteve nota 52,1 na classificação Fair Video Experience, ficando atrás da Bolívia, Argentina, México e Paraguai.

De acordo com o relatório, nenhum país analisado conseguiu chegar a latência de 30 milissegundos, considerada uma média excelente. Em apenas 13 dos 87 países, a pontuação média da latência é inferior a 40 ms. Há apenas um país latino-americano, o Chile, que marcou 52,2 ms, enquanto o Brasil ficou com 71,5 ms.

Download e Upload

A Coreia do Sul foi o único país a alcançar  mais de 50 Mbps de velocidade de download. A maioria dos países pontua no intervalo de 10 a 20 Mbps. No entanto, esta métrica teve pontuações bem variadas, sendo o menor número o do Iraque, com 1,6 Mbps. A região latino-americana segue o mesmo padrão dos demais países, com uma média entre 10 a 15 Mbps de download. O México liderou a região com uma velocidade média de 14,9 Mbps, seguido do Brasil com 13Mbps.

Com relação a experiência de upload, o país líder foi a Dinamarca com 15,3 Mbps, seguido do Canadá, 10,2 Mbps.

O estudo concluiu que, apesar da análise da 4G trazer resultados pouco satisfatórios para alguns países, a 5G ajudará a melhorar o congestionamento que impacta a rede móvel 4G.

 

 

 

Anterior Bolsonaro anuncia demissão do presidente dos Correios
Próximos TCU pede providências contra ineficiências do Serpro e Dataprev

Sem comentários

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *