Brasil contribui com 26% das receitas da Telecom Italia


 

A Telecom Italia registrou crescimento de 4,5% em sua receita no primeiro trimestre deste ano, apurando um montante total de 7,39 bilhões de euros, em relação ao mesmo período do ano passado. Conforme o CEO da operadora, Franco Bernabé, este crescimento se deve à recuperação do mercado interno, e ” à contribuição positiva dos negócios internacionais”.

 

As receitas apuradas pela TIM Brasil, no valor de R$ 4,486 bilhões, ou 1,928 bilhões de euros, já representam 26% do total das receitas da holding. No mercado italiano, a operadora apurou receitas de 4,486 bilhões de euros.

 

O lucro do primeiro trimestre do ano foi de 606 milhões de euros, crescimento de 10,4% em relação ao mesmo período do ano passado. O EBTIDA somou 2,963 bilhões de euros, também crescimento de 1,2%.

 

Mais investimentos no Brasil

 

Do total dos investimentos realizados no período – 954 milhões de euros, – a Itália ficou com 589 milhões, queda de 121 milhões de euros, e o Brasil com 234 milhões, quase o dobro do Capex do primeiro tri de 2011. Segundo a holding foram aplicados na ampliação das redes de voz e de dados.

 

TIM Brasil

Em nota publicada hoje no jornal OGlobo a operadora brasileira nega que mantém elevada sua base de usuários “através do depósito de R$ 0,01 em chip pré-pago”, conforme havia denunciado o jornal e informa que “respeita os princípios de desconexões regulados pela Agência Nacional de Telecomunicações, em garantia do usuário, restado à operadora o ônus de pagamento da taxa Fistel devido por cada linha ativa”.

Anterior Comissão do Senado aprova repartição do ICMS do e-commerce
Próximos Angolana passa a controlar a Zon, competidora da Portugal Telecom