Brasil atinge 277,4 milhões de celulares em agosto, com avanço menor do pós-pago


Após 1,2 milhão de adições, o Brasil fechou agosto de 2014 com 277,41 milhões de linhas ativas na telefonia móvel. Os acessos pré-pagos totalizavam 212,86 milhões (76,73% do total) e os pós-pagos 64,55 milhões (23,27%). A teledensidade passou para 136,70 acessos por 100 habitantes no mês.

Em agosto, as adições de pré-pagos (629,1 mil) e de pós-pagos (626,3 mil) praticamente empataram, ao contrário dos meses anteriores, quando a alta de acessos pós-pagos superaram em muito os de pré-pagos, que em junho e julho apresentavam perdas. A Anatel não disponibilizou até o momento a distribuição de acessos móveis por tecnologia do mês de agosto, alegando que houve alteração na forma da coleta de dados dos terminais M2M, em função dos critérios para desoneração. Para isso, a agência precisou fazer mudanças no seu sistema de cadastro desses terminais.

Em agosto, as quatro grandes empresas avançaram em participação de mercado. A Vivo, na liderança, evoluiu de 28,75% para 28,85% entre julho e agosto e a TIM passou de 26,93% para 27,05% no período.

A Claro ampliou o market share de 24,96% para 25,10% e a Oi, subiu de 18,50% para 18,56% entre os dois meses. A Nextel também ampliou sua participação de 0,39% para 0,43%, ultrapassando a Algar, que fechou agosto com market share de 0,41%. Com isso, a Nextel subiu para a quinta colocação.

Anterior Linx compra empresa de gestão de farmácias por R$ 28,5 milhões
Próximos Brasil é líder na AL em frequência para celular, mas está abaixo do que sugere UIT.