O ministro da Ciência e Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, afirmou hoje que a joint-venture entre a Embraer e Telebras, para a construção do satélite nacional de comunicações e militar, está sendo sacramentada por acordo de acionistas entre as duas empresas, que está em sua fase final.

 

Segundo ele, a nova empresa, a Br1sat, começou a lançar no  mercado internacional os pedidos de  propostas de preço das peças dos satélites, cuja integração será feita pela nova empresa.

 

Conforme o ministro, ainda no governo de Dilma Rousseff deverão ser lançados três satélites brasileiros. Este de telecomunicações, geoestacionário, para o qual o governo está reservando R$ 716 milhões, e dois outros satélites meteorológicos, em parceria com a China e Ucrânia. “Bateremos o recorde de, em um único mandato presidencial, lançarmos três satélites”, afirmou o ministro. (Da redação).