BNDES vai diminuir desembolso este ano, afirma Coutinho


O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, declarou nesta terça-feira (14), durante audiência pública na Comissão de Assuntos Econômcios (CAE) do Senado Federal, que certamente, em 2015, os desembolsos da instituição financeira serão menores que no ano passado – quando somaram cerca de R$ 188 bilhões. “Certamente teremos em 2015 um número menor [de desembolsos] em função da nova politica operacional, ajustada à nova politica econômica brasileira. O banco não está expandindo. Passou por grande expansão, mas já moderou”, afirmou o presidente do BNDES aos senadores.

Segundo Luciano Coutinho, em números ajustados pela inflação, os desembolsos do BNDES passaram de R$ 183 bilhões em 2009 para R$ 214 bilhões no ano seguinte. Depois, recuaram para R$ 166 bilhões em 2011 e somaram R$ 176 bilhões em 2012. Em 2013 e 2014, totalizaram, respectivamente, R$ 203 bilhões e cerca de R$ 188 bilhões. O presidente do BNDES afirmou que a instituição financeira já diminuiu o grau de cobertura de empréstimos “cobertos” pela Taxa de Juros de Longo Prazo (atualmente em 6% ao ano). 

Ele salientou que a participação do banco no PIB brasileiro é de 11%, e paga dividendos à União enquanto o banco de fomento alemão tem um estoque de empréstimo de 14,5% do PIB do país e o banco chinês tem estoque de empréstimo de 12,2% do PIB de seu país. ( com agências de notícias). 

 

Anterior Atendimento ao usuário: depois de chegar ao fundo do poço, Oi reage.
Próximos América Móvil é a empresa que mais vende na América Latina