BNDES quer contribuições do mercado para aquisição de blockchain


O BNDES abriu consulta pública, nesta quinta-feira (6), para obter informações e realizar demonstrações de soluções para gestão de contas; acompanhamento de transações; e associação de contas a CNPJs ou CPFs, que sejam compatíveis com uma Blockchain que utilize smart contracts e integráveis à solução BNDESToken. O prazo para demonstrações vai até o dia 7 de outubro.

Segundo o banco, os ganhos esperados com a identificação dessas soluções são: utilizar as melhores soluções de mercado para cada um dos desafios encontrados (gestão de contas, acompanhamento de transações ou associação de contas a CNPJs ou CPFs) e estimular o mercado de soluções relacionadas a tecnologia Blockchain no Brasil. Para facilitar a participação do mercado específico e verificar a adequação aos objetivos pretendidos, o BNDES coloca à disposição dos interessados as especificações técnicas do seu token.

O banco informa que realizou uma prova de conceito com a tecnologia Blockchain no primeiro semestre de 2018, que envolveu o uso, por um cliente e fornecedor do produto BNDES Estados, do protótipo da solução batizada de BNDESToken, com a coleta de feedback sobre esse uso. O BNDESToken é uma solução desenhada para rastrear a aplicação de recursos públicos em operações de crédito com entes públicos e operações não-reembolsáveis, fornecendo à sociedade a informação de como esses recursos estão promovendo o desenvolvimento do país.

Cada unidade do BNDESToken equivale a um Real (1:1). A cotação fixa, explica o banco, é um modo simples de criar uma marcação na moeda nacional. Na prática, portanto, o BNDESToken é uma representação digital do real liberado pelo BNDES em alguns tipos de operações, análogo a um título demonstrativo de um crédito para futuro recebimento do recurso.

O protótipo da solução foi implementado usando smart contracts da rede Ethereum. A parte central da solução consiste num contrato ERC-20 que representa o BNDESToken. O contrato contém os saldos de todas as entidades que possuem a aplicação e disponibiliza métodos como transferência de recursos, emissão e destruição de moeda além de visualização de saldo.

As contribuições à consulta pública poderão ser feitas no portal www.bndes.gov.br e no protocolo do BNDES no Rio de Janeiro: Av. República do Chile, nº 100, Térreo, Centro, no horário de 10h às 12h e de 14h às 17h30min, telefone (21) 2172-6991; Brasília: Setor Comercial Sul – SCS, Quadra 9, Torre C, 12° andar, telefone (61) 3204-5600; São Paulo: Av. Presidente Juscelino Kubitscheck, n° 510, 5° andar, Itaim Bibi, telefone (11) 3512-5100; Recife: Rua Padre Carapuceiro, n° 858, 18° e 19° andares, Boa Viagem, telefone (81) 2127-5800.

Anterior Vitale: Marketing 4.0 e a massificação da IoT
Próximos Justiça do DF tira ICMS da conexão à internet