BNDES deixa de ter participação relevante na Oi


O BNDES comunicou hoje (3) que deixou de ter participação relevante no capital social da Oi. O banco é acionista da tele através do braço de investimentos BNDESPar. Como não exerceu seu direito de preferência de compra de ações no aumento de capital realizado pela operadora no âmbito da recuperação judicial, acabou diluído. Ainda assim, o banco detém 38,25 milhões de ações ordinárias da companhia, o que equivale a 0,017% dos papeis. A mesma quantidade representava 5,73% antes do aumento.

A Oi concluiu na última terça-feira (31) o primeiro aumento de capital da companhia, conforme o plano de recuperação judicial. Com isso, ganhou novos sócios majoritários. A portuguesa Pharol, que também não comprou novas ações emitidas, passou de 22,4% de participação para 7,85%. O fundo York, que nada tinha, com a troca de dívida por equity, passou a deter 7,4%. Os fundos Marathon e Mare Finance têm menos de 1% cada. Agora, 82,15% do capital da companhia está pulverizado.

Outro aumento será feito, com aporte de capital por alguns dos novos sócios, em valor de no mínimo R$ 7,2 bilhões, podendo chegar a R$ 12 bilhões, conforme as projeções mais otimistas da companhia.

Anterior Ancine vai destinar R$ 56,4 milhões do FSA à produção de audiovisual
Próximos Cisco anuncia nova Diretora de Enterprise para o mercado brasileiro