BNDES aprova R$ 658,6 milhões para a TOTVS


A diretoria do BNDES aprovou financiamento de R$ 658,6 milhões para a TOTVS realizar investimentos em Pesquisa e Desenvolvimento, incluindo o desenvolvimento de uma plataforma de gestão da empresa, além de investimentos em projetos de âmbito social. A BNDESPAR, unidade de participações do banco, detém 4,6% das ações ordinárias da companhia, que foi a primeira empresa nacional de software a abrir seu capital.

 
A plataforma FLUIG será uma interface única para todas as plataformas de gestão de uma empresa, possibilitando maior agilidade na comunicação interna das companhias, compartilhamento de documentos, informações e conhecimentos e uma interação mais ampla entre clientes e fornecedores. Isso será possível a partir da adequação dos sistemas de gestão das companhias às tendências de mercado – por exemplo, computação em nuvem – e da integração de soluções de gestão que tradicionalmente são ofertadas separadamente.

A FLUIG também proporcionará aos usuários um ambiente seguro em nuvem, que combinará uma interface de uso por meio de dispositivos móveis, acessando inclusive informações e executando rotinas de sistemas de gestão integrada TOTVS ou de outros provedores. Isso ocorrerá independentemente do local onde sejam instalados, isto é, na infraestrutura própria das empresas, em nuvens privadas e/ou públicas.

PUBLICIDADE

O BNDES também apoiará os investimentos em projetos sociais da TOTVS, destinados às ações do Instituto da Oportunidade Social (IOS). O Instituto foi fundado em 1998, com o objetivo de apoiar jovens e portadores de deficiência nas oportunidades de emprego, a fim de que tenham maior acesso ao mercado de trabalho. As ações são voltadas para a formação de jovens de baixa renda entre 15 e 24 anos e pessoas com deficiência física, visual ou auditiva que estejam cursando ou já tenham concluído o ensino médio. Até hoje, já capacitou mais de 22 mil jovens no Brasil.

Os recursos serão contratados pelos programas BNDES PSI – Subprograma Inovação e Máquinas e Equipamentos Eficientes e BNDES Prosoft (Programa para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços de Tecnologia e Informação), que tem uma carteira de R$ 5 bilhões relativos a 400 operações contratadas, e pela linha de Investimentos Sociais na comunidade.(Da redação, com assessoria de imprensa)

Anterior Preço médio do full unbundling sai por R$ 33,21 nas ofertas da Oi e Telefônica
Próximos Telefonia é o segmento brasileiro mais bem colocado em ranking de competitividade