Blackberry segue perdendo receita


PRIV_blackberry
Priv, o smartphone com Android da Blackberry, parece não ter sido capaz de reaver mercado em dispositivos móveis

A Blackberry divulgou hoje, 01, o balanço financeiro para seu quarto trimestre fiscal. No período, vendeu 600 mil telefones e faturou US$ 464 milhões. Um ano antes teve receitas de US$ 660 milhões. O prejuízo foi de US$ 238 milhões. Os números mostram que a estratégia de reaver mercado em dispositivos com a adoção do sistema operacional Android nos aparelhos não foi tão bem sucedida quanto os executivos da fabricante queriam.

O CEO da empresa, John Chen, afirmou ao site Bloomberg que as vendas do aparelho Priv decepcionaram devido à forte concorrência no setor. A distribuição em 31 mercados não aconteceu. O telefone só chegou em seis países. “A meta da empresa agora é vender mais software e serviços”, analisou. Atualmente, 32% da receita da companhia vem de serviços e software, 29% de assinaturas, e 39% de venda de dispositivos. A empresa afirma prevê melhora nos resultados nos próximos trimestres, com aumento da importância dos softwares, área que deve crescer 30% até 2017.

Desempenho anual
No ano fiscal de 2016, encerrado em fevereiro, a companhia registrou receita de US$ 2,12 bilhões, 35% menor que no ano fiscal de 2015. O prejuízo acumulado nos 12 meses foi de US$ 208 milhões, ante saldo negativo de US$ 304 milhões em 2015. A margem caiu de 48,1% para 43,6%. O EBITDA ficou negativo em US$ 282 milhões. As despesas também diminuíram, quase à metade, para US$ 1,16 bilhão.

 

Anterior Verizon vende US$ 10,5 bi em ativos nos EUA
Próximos Smartphones impulsionam lucros da Huawei