Bill Gates deixa o conselho da Microsoft


Bill Gates participa do congresso Münchner Sicherheitskonferenz, em 2017 (Foto: divulgação)

O fundador da Microsoft Bill Gates apresentou hoje, 13, sua renúncia ao conselho de administração da companhia. O executivo criou e presidiu a companhia até 2008. Depois, presidiu o conselho até 2014, no qual ocupou assento até esta sexta-feira. A renúncia ao cargo não representa ainda o desligamento completo. Gates seguirá como conselheiro em tecnologia do CEO, Satya Nadella.

Conforme o comunicado ao mercado emitido pela companhia, Bill Gates deixa a posição com a finalidade de dedicar mais tempo à filantropia. Ele é responsável por iniciativas nas áreas de saúde, desenvolvimento, educação e aquecimento global. Representantes do conselho saudaram Gates pela decisão e ressaltaram a importância do executivo para a popularização do software no mundo.

Gates tem hoje 64 anos. Ele fundou a Microsoft em 1975, com 19 anos, ao lado de Paul Allen. Na década de 1980 adquiriu e desenvolveu o sistema DOS, que passou a ser usado pela IBM em computadores pessoais, o que tornou a desenvolvedora de software em uma potência mundial. Mais tarde, a Microsoft criaria o Windows e se tornaria onipresente no mundo da computação.

PUBLICIDADE

Com fortuna de mais de US$ 100 bilhões, Gates já foi considerado o homem mais rico do planeta, mas desde 2018 fica atrás de Jeff Bezos, o criador do e-commerce Amazon, que vale US$ 110,5 bilhões, conforme ranking criado pela revista Forbes.

Anterior Anatel cobra de ISPs informações para mapear redes no edital da 5G
Próximos Suspensa a audiência pública sobre o Marco Civil da Internet no STF