Bernardo negocia parceria entre Eletrobras e Telebrás


A Eletrobras poderá se unir à Telebrás no esforço de ampliar e explorar comercialmente a rede de fibras ópticas das elétricas. Segundo o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, isso poderá ocorrer por meio da criação de uma terceira empresa, nos moldes da Eletronet, o que possibilitaria investimentos das duas empresas na infraestrutura de banda larga.

“Eu sugeri isso à presidente Dilma Rousseff e ela me autorizou a conversar com a Eletrobras e já tivemos a primeira reunião nesta semana”, disse o ministro. Ele adiantou que, caso essa negociação prospere, o acordo comercial para uso das fibras no Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), já firmado pelas duas estatais, será alterado.

Com a parceria, a Telebrás ficaria responsável pela comercialização da capacidade de rede no atacado, e a Eletrobras faria os investimentos para implantar as fibras ópticas necessárias para completar a rede. “A conversa foi bem recebida, mas ainda precisa avançar”, disse Bernardo.

Anterior Envision inicia produção de tablet em agosto, em Jundiaí.
Próximos Conselho da Oi formaliza saída de Falco