shutterstock_ bannosuke_mobilepaymentA sul-coreana Samsung revelou dados sobre a adoção de seu sistema de pagamentos por celular, o Samsung Pay, na tarde deste domingo, 21. Desde que foi lançado, seis meses atrás, o serviço movimentou US$ 500 milhões. Os maiores mercados foram Coreia do Sul e Estados Unidos. São 5 milhões de usuários cadastrados na ferramentas.

Em 2016, o serviço passará por uma expansão global, começando pelo lançamento na China, em março. Logo em seguida, chega a Austrália, Brasil, Canadá, Espanha, Singapura, e, no final do ano, no Reino Unido. Entre os parceiros no Brasil estão Porto Seguro, o Itaú Unibanco, Caixa, Bradesco, Banco do Brasil, Brasil Pré-pagos e Santander. O Pay estará disponível no país nos smartphones Galaxy S6 Edge+, Note 5, modelos de 2016 do A5 e A7, Galaxy S7 e S7 Edge.

O Pay começou seu serviço na Coreia do Sul e nos EUA no ano passado. Atualmente, suporta cartões de crédito e débito habilitados de mais de 70 bancos. Em 2016, o Samsung Pay vai suportar quatro grandes redes de pagamentos, incluindo American Express, China UnionPay, MasterCard, e Visa. O anúncio antecede o início do MWC, congresso mundial de telefonia móvel, que acontece ao longo da semana em Barcelona, na Espanha. (Com assessoria de imprensa)

[Atualização 24 de fevereiro: ao contrário do que dizia o texto original, o Pay não estará disponível no Galaxy S6 nem nos modelos de 2015 da linha A ou de outros aparelhos intermediários da fabricante]