Base de banda larga do UOL aumenta 37%


A receita bruta de serviços do Universo OnLine foi de R$ 149  milhões no 2T06, e de R$ 305 milhões no 1S06, representando um crescimento de 12% e 15%, respectivamente, sobre os mesmos períodos de 2005. A receita de assinaturas atingiu R$ 120 milhões no 2T06 e R$ 237 milhões no 1S06, com expansão de …

A receita bruta de serviços do Universo OnLine foi de R$ 149  milhões no 2T06, e de R$ 305 milhões no 1S06, representando um crescimento de 12% e 15%, respectivamente, sobre os mesmos períodos de 2005. A receita de assinaturas atingiu R$ 120 milhões no 2T06 e R$ 237 milhões no 1S06, com expansão de 7% e 6%, respectivamente, sobre os mesmos períodos de 2005.

Essa evolução resultou, segundo a empresa, do aumento da base de assinantes pagantes, que atingiu 1,5 milhão em junho de 2006, mais 6% sobre junho de 2005. Desse total, 697 mil eram usuários  de banda larga, um número 37% maior do que em junho de 2005.

A receita de publicidade e outras foi de R$ 29 milhões no 2T06 e de R$ 68 milhões no 1S06, com aumento de 40% e 59%, respectivamente, sobre os mesmos períodos do ano passado.

A receita de publicidade caixa (que inclui publicidade de marca, links patrocinados e novos produtos e exclui permuta e publicidade de tráfego) foi de R$ 17 milhões no 2T06, e de R$ 29 milhões no 1S06, mais 75% e 56%, respectivamente, sobre os mesmos períodos de 2005. Esse crescimento resultou, principalmente, do aumento do número de clientes anunciantes de publicidade de marca, e de links patrocinados.

Receitas

A receita líquida foi de R$ 114 milhões no 2T06, e de R$ 237  milhões no 1S06, mais 4% e 9%, respectivamente, sobre o 2T05 e 1S05. O custo dos serviços prestados totalizou R$ 58 milhões no 2T06 e R$ 107 milhões no 1S06, com aumento de 21% e 7% sobre o 2T05 e o 1S05, respectivamente, devido, sobretudo, ao crescimento da base de assinantes de banda larga.

O lucro operacional recuou 21% na comparação trimestral, para R$ 26 milhões, e 10% semestre a semestre, para R$ 60 milhões.

Caixa

No 2T05 o caixa gerado nas atividades operacionais foi de R$ 6 milhões, e no 2T06, esse caixa foi de R$ 7 milhões, resultado da lucratividade da operação. No 2T05 os investimentos consumiram R$ 3 milhões, principalmente devido ao aumento do imobilizado. No 2T06, o caixa consumido na atividade de investimento foi de R$ 25 milhões, devido, principalmente, ao acréscimo no saldo de aplicações financeiras de R$ 13 milhões, e do aumento de R$ 9 milhões no imobilizado.

O patrimônio líquido passou de R$ 459 milhões em março de 2006 para R$ 479 milhões em junho, devido à geração de lucro líquido.

Anterior Royalties: maior operadora CDMA da Índia vai mudar para GSM.
Próximos A TIM quer ser mais do que uma operadora móvel