Banda larga fixa perde assinantes em junho


A base de assinantes de banda larga no Brasil encolheu 0,62% no mês de junho, em relação a maio, com o desligamento de 196,8 mil acessos. O mês terminou com 31,68 milhões de acessos no país. Os dados são da Anatel e foram divulgados hoje, 6.

Diferente do que aconteceu em outros meses, em junho houve cancelamentos de clientes de provedores regionais. Os ISPs informaram 128 mil desligamentos (1,76%), e terminaram o período ainda na terceira colocação entre os maiores grupos de banda larga do país, com 7,16 milhões de acessos.

A Vivo manteve o segundo lugar. A operadora desligou 38,9 mil usuários (-0,52%), passando a ter 7,38 milhões de assinantes. A Claro manteve a liderança nos acessos de banda larga fixa. Registrou acréscimo de 14,5 mil contratos (+0,15%) e encerrou junho com 9,53 milhões de clientes. A Oi, quarta maior provedora em número de acessos, registrou 36,4 mil cancelamentos (-0,63%), ficando com base de 5,75 milhões.

Operadoras 2019-05 2019-06 Adições Variação
Claro 9.516.174 9.530.727 14.553 0,15%
Vivo 7.425.236 7.386.273 -38.963 -0,52%
Outras 7.294.329 7.166.286 -128.043 -1,76%
Oi 5.791.235 5.754.749 -36.486 -0,63%
Algar 595.951 597.559 1.608 0,27%
TIM 519.314 524.110 4.796 0,92%
Sercomtel/Copel 299.826 299.765 -61 -0,02%
SKY/AT&T 296.107 280.225 -15.882 -5,36%
CABO 121.586 123.276 1.690 1,39%
BT 22.692 22.594 -98 -0,43%
Datora 22 25 3 13,64%
Total Geral 31.882.473 31.685.590 -196.883 -0,62%

Tecnologia

Os números da Anatel revelam a continuidade dos desligamentos dos acessos xDSL, tecnologia usada principalmente por Vivo e Oi. Foram registrados 167,2 mil acessos a menos em junho, em relação a maio – retração de 1,48%.

Os números indicam migração para a tecnologia de fibra óptica até a casa do cliente (FTTH, na sigla em inglês). Esta atraiu 157,6 mil novos acessos (+2,2%) e terminou o mês com 7,26 milhões de usuários.

O cabo, usado principalmente por Claro e alguns provedores regionais, apresentou 3,3 mil desligamentos (-0,03%), encerrando junho com 9,55 milhões de acessos.

Velocidades

Os mesmos dados apontam o aumento da velocidade nominal de acesso à internet via banda larga fixa no Brasil. Há 10,5 milhões de assinantes de planos de velocidades acima de 34 Mbps, um incremento de 4% em relação a maio. Todas as ofertas abaixo dessa velocidade perderam clientes, com exceção dos mais simples, de até 512 Kbps, tem representatividade baixa e adicionou 4,7 mil assinaturas.

Anterior Pontes e Bolsonaro dão versões contraditórias sobre privatização dos Correios
Próximos Oposição cobra explicações de Pontes sobre viagem de assessora, e sócia, aos EUA