Banda larga ganha 205 mil assinantes em setembro


shutterstock_ramcreations_Banda_Larga_Internet_Intenacional_Comunicacao_DadosSegundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgados nesta sexta-feira, 13, a base de usuário de banda larga fixa cresceu em 205 mil assinantes em setembro. Agora, o país tem 25.433.929 acessos do tipo. O crescimento é proporcionalmente baixo, de 0,8% em relação a agosto. Mas, ao contrário de outros segmentos de telecomunicações, como telefonia fixa ou TV paga, o mercado de banda larga fixa só fez crescer em 2015, ganhando 900 mil usuários desde março.

Por tecnologia, o cabo e o xDSL continuam a predominar, com 32,14% e 52,56%, respectivamente do mercado. Mas vem perdendo, de pouco em pouco, terreno. Em março, o xDSL representava 54% da base, por exemplo. Parte dos usuários estão migrando para outras tecnologias, como a fibra, que passou de 4,25% da base em março para 4,81%, e o spread spectrum (WiFi), que foi de 5,8% para 6,38%, e o LTE, que passou de 0,78% em março para 1,08% em setembro.

Entre as empresas, houve crescimento generalizado, com uma só exceção. A Oi foi a única empresa a perder acessos banda larga de agosto para setembro, com 11 mil desligamentos. Isso levou a uma queda da participação da empresa, terceira maior neste mercado, de 25,51% em agosto para 25,26% em setembro. Ao todo, passou a ter 6,425 milhões de clientes.

A maior do segmento continua a ser a Claro (que tem Claro, NET e Embratel), com 31,55% do mercado e pouco mais de 8 milhões de usuários. A Telefônica (com GVT) é a segunda colocada, com 28,92% e 7,355 milhões de assinantes banda larga.

Anterior TV paga perde 100 mil assinantes em um mês
Próximos Operadoras desligam 7,6 milhões de linhas móveis em seis meses