Telefônica Vivo avalia também limitar franquia de dados na fibra, depois do ADSL


shutterstock_ nasirkhan_Internet_banda_larga_dados_seguranca_cidade_digitalA Telefônica Vivo passou a prever a criação de franquia de dados para sua internet fixa por par de cobre (ADSL) neste mês. Os novos clientes que contrataram o serviço a partir de 5 de fevereiro já estão assinando contratos com os limites. Clientes que contrataram o Vivo Internet Fixa antes dessa data manterão as condições contratuais anteriores, sem franquia.

Os planos de banda larga fixa afetados são de velocidades entre 200 Kbps a 25 Mbps, em todo o estado de São Paulo. A franquia vai de 10 GB (planos de 200 Kbps a 1 Mbps) a 130 GB (para o de 25 Mbps). A operadora não atualizou os contratos dos novos clientes Vivo Fibra, mas estuda a possibilidade. “O tema está sendo avaliado”, informa.

A Telefônica diz que não vai definir cobrança por uso excedente neste ano. Mas que vai realizar campanhas para informar o consumidor sobre mudanças nos limites de uso da banda larga fixa, quando isso ocorrer. A empresa foi a primeira a bloquear o acesso à internet dos usuários móveis ao fim da franquia em 2014, movimento que encerrou a oferta de acesso ilimitado à internet no celular, mas a aumento das franquias oferecidas. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) já via como provável a expansão da estratégia aos acessos fixos desde 2014, em função da queda de receitas com interconexão.

“Promocionalmente, não haverá cobrança pelo excedente do uso de dados até 31 de dezembro de 2016. À medida que isto vier a ocorrer no futuro, a empresa fará um trabalho prévio educativo, por meio de ferramentas adequadas, para que o cliente possa aferir o seu consumo. A franquia de consumo de dados de internet fixa já é praticada hoje por alguns dos principais players de banda larga fixa”, afirma, em nota. Os outros players, no caso, são NET e a Oi.

A NET lembra que seus planos adotam velocidade e franquia por contrato,  e que a franquia do usuário pode ser acompanhada pelo site ao consumidor da companhia. Diz que a medida é uma prática de qualidade. “Tem o objetivo de garantir o correto dimensionamento da rede de banda larga para todos os usuários”, diz. As franquias são determinadas por estatísticas e revistas periodicamente. Poucos clientes, afirma, ultrapassam os limites estabelecidos. “Neste caso, a velocidade de internet é reduzida até o final do mês vigente e reestabelecida automaticamente no primeiro dia do mês seguinte”.

Por sua vez, a Oi confirma trazer a cláusula de redução da velocidade uma vez atingida a franquia nos contratos. “A companhia não pratica o corte da navegação na internet após o fim da franquia de seus clientes de banda larga fixa”, garante.

A TIM afirma que não pretende adotar modelo semelhante em sua internet por fibra, disponível em São Paulo e Rio de Janeiro. “A TIM não comercializa planos com franquia mensal de dados e bloqueio após o consumo em sua oferta de ultra internet fixa (Live TIM). A operadora também não prevê mudanças nos planos atuais”, afirma.

Anterior SES tem novo VP comercial para México e Caribe
Próximos Joint venture entre SBT, Record e RedeTV não facilitará negociação com Sky e Net

15 Comments

  1. Rubens
    16 de Fevereiro de 2016

    O engraçado é que o Speedy sempre teve essa clausula de franquia em contrato, eu assinei o Speedy entre 1998 e 2001 e essa clausula ja constava. Tambem ja existia no site a frase “Promocionalmente, não haverá cobrança pelo excedente do uso de dados até 31 de dezembro”… e a cada ano eles iam mudando o ano da suposta promocao.
    .
    Ocorre que nos ultimos anos (nao faz muito tempo) a empresa tinha removido essa clausula do Contrato. Aparentemente, ela agora meramente colocou de volta a mesma clausula. A imprensa é que está fazendo uma balburdia em cima disso, como se fosse alguma grande novidade “nunca antes neste país”… 🙂

  2. Gomes - Recife
    16 de Fevereiro de 2016

    tem que botar pra arrebentar mesmo, so assim para acabar com esses gatos nets Recife e região metropolitana então esta entupido dessas pragas, com internet ADSL de pessima qualidade e ruas cheias de fios parecend um varal, quem quiser se adequar que coloque o seu link dedicado, pague sua licença e va trabalhar!!

  3. Rafael
    16 de Fevereiro de 2016

    isso também se aplicara sobre a GVT que foi comprada pela vivo?

    • 16 de Fevereiro de 2016

      Sim. Mas, como frisa o texto, é algo em análise.

  4. Aparecido Manoel
    16 de Fevereiro de 2016

    Mais Segundo o twitter da vivo eles já estão ate passando a data dessa nova clausula que teoricamente seria em Dezembro

  5. Andre
    16 de Fevereiro de 2016

    E facil, basta mudar de operadora, eu tenho vivo fibra antes desse atestado de incompetência (é mais barato colocar bloqueio do que investir em infra). E questão de tempo para eles começarem a bloquear para quem tem contrato antigo, eles provavelmente vão colocar um preço absurdo para força a migração para o novo contrato. Eu estou esperando a livetim chegar na minha região para cancelar o speedy fibra.

  6. Vagner Ornelas
    16 de Fevereiro de 2016

    Tinha que ser a Vivo, a primeira que começou a limitar a internet do celular e agora quer repetir o mesmo nas conexões fixas. De que adianta ter 4G no celular e fibra óptica em casa se é tudo limitado ? Parece mais uma retaliação, para os usuários não assistirem Neflix e cancelarem a VivoTV… Lamentável essas posturas ditatoriais impostas por estas empresas, que dizem se inspirar no que é feito no exterior, mas estão há anos luz de distância, quando se fala em qualidade e cobertura dos serviços.

  7. jose
    16 de Fevereiro de 2016

    Não podem colocar franquia na fibra para quem já é assinante, pois incorrerá em propaganda falsa e enganosa pois no site de propaganda está assim com relação a franquia.

    Faça os seus downloads sem
    franquia de consumo.

  8. Junior
    16 de Fevereiro de 2016

    Cambada de nojentos, e a Anatel não se mexe. Sumam daqui Vivo, Net, Oi e deixem entrar quem realmente entende de livre concorrência e novas tecnologias

  9. 17 de Fevereiro de 2016

    kkk e meus porno vo baixa da onde?

    ???? kkk

  10. 17 de Fevereiro de 2016

    Se isso virar padrão em todas operadoras ai que o gigante vai acordar com raiva no Brasil hahaha.

  11. 18 de Fevereiro de 2016

    realmente fico triste em ler essa noticia, como alguém do ramo digo que o brasil é um mercado atrativo, dá para se ganhar muito dinheiro se investindo pouco.
    primeiro ponto, limitar o usuário a franquia é um absurdo, é um situação diferente da net, não sei a situação da Oi.

    A disponibilidade de velocidade de serviço de ADSL está vinculada a distância do assinante no caso da internet fixa á central, portanto as velocidades de 10 megas, 15 e 25 estarão sujeitas a proximidade do assinante a central distribuidora. a franquia para 4 megas é de 50Gb que provavelmente é a condição de velocidade mais possível dada as condições de cabeamento velho por cobre que a vivo implementou nos bairros, conheço gente que nem chega um mega, pago um mais recebe 512Kbps em Arrujá.

    Para quem olha o tamanho das franquia pode até achar grande demais, é muito pequeno, jogos como o gta 5 são 80gb de arquivo, o quantum break 55 Gbs, com a evolução da internet e dos formatos de multimidia, os arquivos sempre terão tamanhos maiores. lembrando que o 4k está ae.

    2 – a infraestrutura de internet isto é cabeamento e concorrência não existem no setor. Vamos a matemática

    planos de entrada das operadoras:

    10Mbps vivo adsl up 600Kbps valor + 69.90 ou 6.90 por 1 mega (69.90/10 megas)

    35 megas livetim fibra\cobre up 20 megas valor 79.90 ou 2.30 arredon.. (79.90/35 megas) ilimitado

    15 megas net virtua fibra\coaxial up 2 megas valor 99.90 no combo ou 6.60 (99.90/15)

    25 megas gvt ftth (fibra até a casa) 2 megas de upload valor 69.90 ou 2,80 arredon… (69.90/25)

    50 e 100 megas vivo fibra estão ftth 25 e 50 megas de upload 89.90 ou 0,89 centavos de real (89.90/100)

    note que dependendo a tecnologia o valor de um mega sai mais barato. Note que os serviços da net e vivo adsl são os mais caros e utilizam tecnologia mais defasada.

    com tecnologias híbridas, explorando a fibra até o poste ou na rua do assinante e usando o coaxial ou cabo de rede na última milha (parte da conexão que entra na casa do cliente.) e possível transmitir velocidade de até 100 megas e aumentar muito a velocidade de upload, facilmente, desde de que a topologia seja bem pensada. Tecnologias hibiridas existem desde 2004 no brasil, onde a net foi uma das primeiras a trazer 10 megas enquanto a vivo tinha 8 megas para um nicho de clientes muito pequenos pela limitação da topologia a maioria tinha 1 mega.

    Há muitos outros pontos que gostaria de abordar mais devido ao assunto ser amplo, o texto ficaria muito longo.

    as perguntas são:

    1-seu eu preciso de um franquia maior de 50Gb , e quiser aumentar, estarei sujeito as condições de cabeamento .Portanto certamente não terá disponibilidade de 10megas, 15 megas ou 25 megas, por é necessário estar próximo a central.

    2-O valor dos planos da vivo fixa são os mais caros, porém aonde moro sou obrigado a usar esse serviço lento e lagado, pela indisponibilidade de outros serviços, devido a ser um link via cobre os cabos sofrem com interferencias, já que o que circulam nos cobre e um sinal analogico, dada a limitação da estrutura.

    3-links de ftth no brasil são vergonhosos, 300megas quase 300 reais, esses links existem para suportas velocidades na casas dos Gigabits, onde já existem em vários países do mundo a preços acessiveis, só no brasil de link a casa de megabits e vendido a peso de ouro.

    4-a estrutura montada pela vivo é jurassica, a excessão da fibra que atende um punhado de clientes há o cobre, há milhares de clientes reclamando de disponibilidade de velocidades maiores e concorrência, eu há anos sou cliente dessa porcaria estou brigando com eles para aumentarem minha velocidade, sem sucesso, não tenho possibilidade para mudar para outro link, pago mais caro.

    já somos limitados a um estrutura velha, superada, que não atende a exigência de qualidade, que não nos dá a possibilidade de escolher a velocidade que queremos, nós demos muito dinheiro a eles e não recebemos nada, nem o ipv6 eles tiveram a capacidade de implantar agora querem nos colocar franquia?

    • Guilherme Guimarães
      26 de Fevereiro de 2016

      Reinaldo, também moro em arujá, e passo exatamente a mesma situação que você. Estou super preocupado com esse limite de franquia, sou obrigado a pagar 1Mega e receber em média 500kb, sendo que os cabos da GVT nao chega na minha rua, nao consigo migrar de operadora, no qual nao vai fazer muito sentido agora que vão virar uma só em abril. Ou seja, monopólio da vivo em arujá de novo, somos obrigados a usar essa porcaria e agora temos limites de franquia. É brincadeira!

  12. Marcio Jacob
    22 de Fevereiro de 2016

    Tenho Live TIM desde Setembro 2014 e recomendo.

  13. Mondrinho
    10 de Março de 2016

    Não vamos deixar que isso acontece a vivo telefônica quer colocar franquia de consumo, não vamos deixar que eles fazem isso não, é ruim isso VAMOS ASSINAR UM BAIXO ASSINADO ISSO. https://www.change.org/p/telef%C3%B4nica-vivo-s-a-vivo-n%C3%A3o-coloque-limites-nos-planos-do-vivo-internet-fixa