Banda larga fixa cresce 0,7% em maio e chega em mais da metade das casas do Sudeste


O Brasil fechou o mês de maio com 24,78 milhões de acessos de banda larga fixa no país, crescimento de 0,8% em relação ao mês de abril. Com este resultado, a densidade por cada grupo de 100 domicílios é de 37,45 acessos. A desigualdade regional se acentua, com a região Sudeste possuindo banda larga em mais da metade das residências (densidade de 50,99%), seguida pela Sul, com 42,99% dos lares com banda larga fixa.

A região Norte é que tem o menor número de casas com banda larga fixa, apenas 16,27% e a Nordeste, com 17,18%. A região Centro -Oeste conta com 37,45% das residências com banda larga fixa, sendo o Distrito Federal com a maior concentração de banda larga por residência do país, de 66,31%.

A tecnologia XDSL continua a dominar o mercado, com 13,3 milhões de acessos, seguida pelo cable modem, com 7,895 milhões. A fibra óptica avançou para 1,096 milhões de lares, contra 1,069 de abril passado.

Anterior Fusão AT&T DirecTV deve ser aprovada na próxima semana
Próximos Iniciativa NETmundial elege coordenadores