Bancos adotam sistema de acessibilidade do CPqD


O Bradesco e o Real estão implementando a solução Texto Fala, do CPqD (Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações), nos seus postos de auto-atendimento. O sistema, que atende as necessidades de deficientes visuais, faz a conversão de textos escritos para falados, em tempo real. De acordo com o IBGE, cerca de 25 milhões de …

O Bradesco e o Real estão implementando a solução Texto Fala, do CPqD (Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações), nos seus postos de auto-atendimento. O sistema, que atende as necessidades de deficientes visuais, faz a conversão de textos escritos para falados, em tempo real. De acordo com o IBGE, cerca de 25 milhões de cidadãos são portadores de necessidades especiais, sendo que 48% tem algum tipo de deficiência visual. (Da Redação)

Anterior Anatel preserva dinheiro das teles para provedor de internet gratuito
Próximos Receita da Telmex cresce; lucro líquido cai.