Banco Central quer fim de conversão de tarifas bancárias em bônus no celular


O Banco Central (BC) estaria negociando com executivos dos principais bancos do país o fim de cestas de serviços que ofereçam conversão do valor das tarifas em créditos no celular. Segundo o jornal Valor, o BC estaria considerando tais parcerias irregulares pois dificultam a comparação de preços pelo consumidor.

O jornal destaca que Itaú Unibanco e Banco do Brasil já abandonaram este tipo de oferta. Bradesco e Santander ainda oferecem cestas de serviços com conversão em bônus telefônicos. Esse tipo de cesta apareceu em 2010, iniciada pelo Bradesco, com pacotes entre R$ 15,90 e R$ 39,90. O BC estaria lembrando aos bancos que devem comercializar apenas produtos bancários com as cestas de tarifas. Atualmente, apenas cartões de crédito têm regulação sobre conversão de pontos em bônus telefônicos através de planos de recompensa.

Anterior TV aberta e banda larga vão substituir a TV paga, prevê ITS
Próximos Jacques Wagner deve ir para o Minicom