AWS anuncia uso de 12 estações terrestres para tráfego de dados por satélite


A Amazon Web Services anunciou hoje, 28, que acrescentou 12 estações terrestres a sua infraestrutura e agora permite o download de dados via satélite. O serviço foi batizado de AWS Ground Station. Os clientes pagam a cada minuto pelo tempo de acesso usado da antena. As antenas estão espalhadas pelo mundo e foram sublocadas da Lockheed Martin.

“Depois que os clientes recebem dados de satélite em uma estação terrestre, eles podem processá-los imediatamente em uma instância do Amazon ECS (Amazon EC2), armazená-los no Amazon Simple Storage Service (S3), aplicar serviços de análise e aprendizado de máquina da AWS para obter insights e usar a rede da Amazon para mover os dados para outras regiões e instalações de processamento”, diz a empresa.

O pulo do gato, diz a empresa, é que ela passa a intermediar a conexão de uma empresa com satélites. Com isso, dispensa os clientes de eles mesmos construírem infraestrutura em terra se conectar com o artefato no órbita. Segundo seus cálculos, usar a AWS Ground Station custaria 80% menos do que comprar, instalar, ativar uma antena própria, além de ter servidores, roteadores e integração com a rede física local. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Governo do Piauí vai debater banda larga com provedores regionais
Próximos 27% dos brasileiros preferem ser roubados a ser hackeados nas redes sociais, aponta pesquisa

Sem comentários

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *