Avanço da Telebras em novos mercados é bem-vindo, desde que sob as mesmas regras


A Telebras dá os primeiros passos em um piloto de otimização de entrega de conteúdo por sua rede, mas pretende entrar, de fato, no mercado de Content Delivery Network (CDN) em 2014, conforme declaração do presidente Caio Bonilha à imprensa. Para a Level 3, uma das empresas que prestam este tipo de serviço no país, o anúncio da estatal  ainda não preocupa, uma vez que a companhia não teria uma estratégia definida para este segmento.

Se a estratégia da estatal de fato se consolidar, a nova concorrente incomodará os que atuam no mercado se contar com regras diferenciadas. Por hora, a Level 3 entende sua rede internacional, que começou a ser construída no país há 15 anos, a coloca em uma posição confortável. “A capacidade de nossa rede é muito grande. A Telebras entrando [no mercado de CDN] será vista apenas como mais uma concorrente”, afirmou Mauro Monicci, diretor de vendas para operadoras da Level 3 na América Latina, durante encontro com a imprensa nesta terça-feira (25), em São Paulo. 

 

 

PUBLICIDADE
Anterior Level 3 expande oferta de voz e chega a 10 capitais
Próximos Câmara cancela R$ 43 milhões para a Telebras aplicar na Copa