A Autoridade para o Consumidor e Mercados, que regula, entre outras coisas, a prestação dos serviços de telecomunicações na Holanda, multou a KPN e a Vodafone por violarem regras de neutralidade de rede. Elas são as duas maiores operadoras de telefonia móvel do país.

A KPN terá de pagar 250 mil euros (cerca de R$ 730 mil). A tele foi condenada por bloqueio de acesso a diferentes serviços, incluindo VoIP, em seus hotspots. Já a Vodafone vai desembolsar 200 mil euros (R$ 585 mil) por praticar o zero rating. A operadora oferecia acesso móvel gratuito ao serviço de streaming de vídeos da HBO.

Ontem, outro país europeu, a Eslovênia, mostrou que não pretender aceitar o zero rating como prática comercial. O regulador local avisou as operadoras locais para retirar a oferta de acesso gratuito ao Deezer – aplicativo de streaming de músicas – e a uma plataforma de armazenamento de dados online, caso contrário, sofrerão sanções. No Brasil, conselheiros da Anatel e representantes da sociedade civil divergem sobre o tema. (Com agências internacionais)