Operadoras orientou executivos a não viajarem para países onde haja registro da doença e recomenda reuniões virtuais entre funcionários e clientes

Bolsa brasileira teve negociações interrompida duas vezes nesta quinta. Índice Ibovespa despencou em função de temores relacionados ao impacto econômico do Covid-19. Também caíram os papeis de Oi, Telebras, Telefonica e TIM.

Visitação e eventos ficam suspensas até segunda ordem a partir do dia 16. Funcionários das startups residentes continuam a frequentar espaço, embora haja orientação para que trabalhem de casa.

Grupo dono da TIM Brasil divulgou resultados de 2019, em que reverteu prejuízo de 2018 em lucro. Empresa divulgou também plano estratégico para o triênio.

Para analista do Bradesco BBI, TIM deve ficar com cerca de 70% da Oi móvel em função das diferenças de tamanho e spectrum cap existente no mercado móvel brasileiro.

Unidade ficará em São Paulo. Empresa não descarta interesse por data centers locais, mas diz que prioridade é expansão orgânica.

Proposta ainda é inicial e não vinculante. TIM e Vivo querem dividir entre si os ativos móveis da Oi. Negócio tem potencial para mudar o ranking das maiores empresas do setor. Oi afirma que ainda estuda alternativas.

Operadora revelou hoje seu plano industrial para o triênio que vai até 2022. No móvel, tele quer assinar mais acordos de compartilhamento e ampliar a base pós-paga. Companhia também pretende monetizar seu big data com publicidade e serviços financeiros.

Fundo passa a ter menos de 5% dos papeis da operadora brasileira

Papeis ordinários de Vivo e Oi tiveram maior valorização e recuperaram as perdas. TIM e Telebras também subiram, embora menos.