Huawei diz que prestação de serviço a operadoras e empresas brasileiras não sofrerá impacto por banimento do mercado norte-americano, onde está proibida de comprar componentes.

Microsoft, Qualcomm e Intel também cortaram relações com a fabricante chinesa, que estaria estocando peças há meses, antevendo o decreto baixado na última semana pelo governo de Donald Trump que a baniu do mercado estadunidense.

Empresa tem queda na venda de PCs em função do repasse da variação cambial e da incidência de PIS/Cofins aos preços no varejo.

Presidente dos Estados Unidos decide supervisionar transações de empresas locais com estrangeiras, sob alegação de conter ameaças à segurança do país. Iniciativa pode banir a Huawei do mercado americano.

Já são 41 pontos. Operadora vai investir R$ 20 milhões para instalar 621 pontos de acesso até 2020 e obter receita com publicidade.

Fabricante prevê aumento do tíquete médio, que é quanto o consumidor paga, em média, por aparelho. Empresa lançou hoje o celular Motorola One Vivion, que têm ênfase na fotografia.

Com retração no segmento B2C, relativo ao consumidor final, área corporativa cresceu em importância e hoje é responsável por 59% da receita da tele.

Carlos Brandão afirmou que plano está quase concluído e trará, além da venda de ativos, possível reformulação no modelo de negócio da companhia. Expectativa é gerar até R$ 7 bilhões com vendas.