Operadora divulgou resultados do terceiro trimestre, ainda com redução de receitas, mas já com retorno ao lucro operacional. Controladora diz haver caixa para sustentar operação “por anos”, seguindo-se modelo de negócio com menos custos.

Redestinação da frequência não exigirá mudanças de equipamentos, apenas atualização de software nas ERBs. 80% da base de clientes têm celular compatível com o espectro de 2,1GHz em 4G.

Operadora também se beneficia da decisão do STF que retirou o ICMS do cálculo do PIS/Cofins. Já considerou, no 3º trimestre, créditos de R$ 950 milhões obtidos com a fusão entre TIM S.A. e TIM Celular.

Designed by Freepik

Resultados da operadora refletem aumento da receita com pós-pago, retração das despesas com interconexão e melhora do desempenho da banda larga fixa.

Campus de Xerém (RJ) que receberá soluções de cidades inteligentes precisará de reforma na infraestrutura de telecomunicações

Para a entidade, futuro governo deverá apoiar a destinação de grande blocos de frequência para que a 5G tenha sucesso

Decisão foi comunicada hoje, 6, pela Oi ao mercado. Com aval, operadora pode seguir com captação de R$ 4 bilhões entre acionistas. Dinheiro novo será usado, em parte, para investimentos.

Mais caros, iPhones da linha X ampliaram a lucratividade da companhia, embora as vendas tenham ficado estáveis na comparação ano a ano.

Anúncio foi realizado através do Twitter. Pontes também agradeceu online, ressaltando a transversalidade da pasta sobre diferentes setores da economia.