Italiano Luigi Gubitose assume o posto, com apoio do governo. Com o controle do conselho e plenos poderes no comando operacional, Elliott pode colocar em prática plano de vender ativos fixos a fim de reduzir dívida da operadora. Vivendi quer assembleia de acionistas.

Empresa também espera sucesso na disputa legal sobre incidência do ICMS nas contribuições de PIS/Cofins feitas na última década. Companhia já acelera o Capex, e promete investir cerca de R$ 2 bilhões no 4º trimestre.

Segundo diretor regulatório da operadora, agência deveria incentivar a ocupação de espectro ocioso.

Grandes vão buscar a infraestrutura construída pelas pequenas. Mais fundos de equity também vão desembarcar.

Designed by Freepik

Operadora vai emitir o equivalente a R$ 4 bilhões em novas ações ordinárias. Acionistas poderão exercer direito de preferência.

Subsecretário elogia PLC 79 e diz que governo vai usar recursos do Fust enquanto durar a necessidade por recursos do Tesouro.

Empresa de Manaus pede anulação da última decisão. Se não for possível, que tenha direito a acessar 15% da capacidade do SGDC.

Google pode passar a ser o alvo da Justiça na busca do histórico de mensagens trocadas por investigados. Idec alerta para fato de que backup na nuvem é menos seguro e passivo de espionagem.

Amos Genish, CEO da Telecom Italia, afirma que tem interesse por mais espectro e também por infraestrutura de rede. Mas ressalta que não pode detalhar a proposta, nem que considera a compra da Nextel obrigatória para o crescimento da TIM Brasil.