BNDES anuncia duas linhas de financiamento sob medida para ISPs

Leia Mais

Foi publicado hoje no Diário Oficial da União decreto que regulamenta a redução do Fistel para as conexões M2M (Máquina a Máquina). Esta isenção tinha sido acertada pelo MiniCom quando da votação de Medida Provisória, que se transformou na Lei 12.715 em 2012. A redução do imposto será bem significativa: a Taxa de Fiscalização de Instalação (TFI) – que é cobrada para cada chip de celular habilitado, que custa hoje R$ 26,83, vai cair para R$ 5,68. E a taxa de Fiscalização de Funcionamento (TFF) que deve ser paga todos os anos para cada chip em poder do usuário brasileiro cai de R$ 13, 40 para R$ 1,89.

Segundo o ministro, os problemas poderão ocorrer porque as operadoras de celular não estão conseguindo negociar com os administradores dos estádios (que são privadas) a instalação de antenas Wi-Fi para suportar o excesso de transmissão de dados durante os jogos.

Segundo Paulo Bernardo, a expectativa do governo é de arrecadar entre R$ 7,5 a R$ 8 bilhões com a licitação. O ministério e a Anatel vão atrás de investidores nos Estados Unidos e Europa. Estudam também ir a Ásia.

Em disputa recorde, a venda de posições orbitais brasileiras despertou o interesse de sete grupos econômicos. A abertura dos envelopes ocorrerá no dia 6 de maio.

Assim como tudo na saúde, os números do DataSUS também são aos milhões. Hoje, existem nos sistemas da saúde pública mais de 250 milhões de registros. Só que podem ser registros duplicados, registros que não identificam o paciente, ou que indentifica errado. E este é um dos maiores esforços do sistema de saúde do Ministério: limpar a base, conseguir identificar cada um dos cidadãos brasileiros como um usuário do sistema de saúde. Para isto, informa o diretor do DataSUS, Augusto Gadelha, prepara-se para abrir seus sistemas para todos os municípios brasileiros, para que eles alimentem e se alimentem das informações que existem na base nacional. “Isto é o cartão da saúde”, assinala ele, lembrando que a mídia é o que menos importa, mas sim a interligação das informações corretas é que vai dar segurança ao brasileiro.

A maior concentração de banda larga fixa do país está no estado de São Paulo, a região mais rica. As duas principais empresas que ofertam o serviço possuem mais de 90% do mercado do estado.

O MiniCom acha que é preciso trazer para o mundo da internet a mesma remuneração compartihada de rede do mundo de telecom

O governo brasileiro e o setor de telecom avaliam que mudanças na governança da internet serão concretizadas em até cinco anos, e a NETMundial pode dar os primeiros passos para esta discussão.

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, afirmou ao Tele.Síntese, que a decisão política já foi tomada: o desligamento da TV analógica vai mesmo começar pelos grandes centros urbanos, como Rio de Janeiro e São Paulo.