Miriam Aquino

Sobre o autor Miriam Aquino

Jornalista há mais de 25 anos, é diretora da Momento Editorial e responsável pela sucursal de Brasília. Especializou-se nas áreas de telecomunicações e de Tecnologia da Informação, e tem ampla experiência no acompanhamento de políticas públicas e dos assuntos regulatórios.

shutterstock_Ase_frequencia_geral_abstrata_politica
Leilão

América Móvil pede retirada da faixa de 3,5 GHz do leilão, por receio de interferência na TV aberta via satélite

A audiência pública convocada hoje,26, pela Anatel para discutir o leilão de venda de frequências lançado à consulta pública demonstrou que são muitas as mudanças que deverão ser feitas na publicação definitiva do leilão. A venda de 40 MHz da faixa de 3,5 GHz foi a que despertou os maiores questionamentos. O grupo América Móvil, que tem no Brasil uma constelação de satélite da Star One, está preocupado com a interferência do novo serviço em suas transmissões satelitais na banda C, o que poderia provocar a interferência dos sinais da TV aberta, e pediu que a Anatel desistisse de leiloar agora este espectro, até que se concluam os estudos técnicos sobre o tema. A Abert, (que representa os radiodifusores) pediu que esta faixa seja licitada em separado, para não atrapalhar a venda das demais frequências até que em pelo menos dois meses sejam feitos estudos sobre a interferência.

Leia mais 0 Comentários
shutterstock_ Baloncici_infraestrutura_industria_producao
Política Industrial

MDIC pretende lançar uma nova política industrial até o final do ano

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comercio Exterior, Armando Monteiro, anunciou hoje, 25, que até o final do ano deverá ser lançada uma nova política industrial para o país. “Já convivemos com três políticas industriais, e por isto aprendemos o que não devemos reproduzir. Na última fase, houve confusão entre política anticíclica e política industrial”, afirmou hoje o ministro, em workshop promovido pelo ministério.

Leia mais 0 Comentários
Joao-Brant-sec-executivo-do-Ministerio-da-Cultura-02
Entrevistas

Cultura quer lei de direito autoral no mundo digital

O Ministério da Cultura começa a travar o debate sobre o direito autoral no mundo digital. Para o secretário-executivo da pasta, João Brant, é possível conseguir aplicar regras brasileiras aos provedores de conteúdos de internet globais, de maneira a garantir que os criadores, os artistas brasileiros, sejam remunerados pelo seu trabalho. Para o ministério, hoje, os artistas ganham muito pouco pelo conteúdo baixado da internet. Além disso, o ministério começa a discutir, através do Conselho Superior de Cultura o video on demand.

Leia mais 0 Comentários
shutterstock_Ase_frequencia_geral_abstrata_politica
Regulação

Leilão de sobras: Quem comprar frequência municipal terá só 18 meses para entrar em operação

O edital de venda de frequências de 1,8 GHz, 1,9 GHz, 2,5 GHz, e de 3,GHz traz duas novidades frente ao que foi anunciado na semana passada: há um prazo limite para entrada em operação do serviço para as empresas que comprarem as licenças municipais de banda larga fixa (2,5 GHz TDD e 3,5 GHz) e cai o percentual de compras de produtos nacionais e com tecnologia nacional

Leia mais 0 Comentários