Miriam Aquino

Sobre o autor Miriam Aquino

Jornalista há mais de 25 anos, é diretora da Momento Editorial e responsável pela sucursal de Brasília. Especializou-se nas áreas de telecomunicações e de Tecnologia da Informação, e tem ampla experiência no acompanhamento de políticas públicas e dos assuntos regulatórios.

Destaque

Ligação fixo móvel da Embratel cai 10,43% a partir de 1 de junho

O conselho diretor da Anatel aprovou hoje, 25, a redução de 10,43% das tarifas de VC2 e VC3 e de todos os planos alternativos e promocionais da Embratel, incorporada à Claro S.A. Essa redução tarifária e de preços começará a valer a partir de 1 de junho e foi determinada devido a incorporação das operadoras do grupo – NET, Claro e Embratel – em um única empresa.

Leia mais 0 Comentários
Destaque

Kassab anuncia seu secretariado

A Sepin (de política de informática) será mesmo extinta e incorporada à secretaria de Pesquisa, com Jailson Andrade. Maximiliano Martinhão fica na equipe, na secretaria de Inclusão Digital e Internet; André Borges acumula chefia da assessoria com secretaria de Telecom. Vanda Bonna Nogueira vai para Radiodifusão. Álvaro Prata para Inovação. Secretário-Executiva, Elton Zacarias

Leia mais 0 Comentários
shutterstock_agsandrew_abstrata_geral_tecnologia_dados
Internet

Antes de afastamento da presidência, Dilma regula Marco Civil e publica decreto para acabar com concessão

Poucas horas antes de perder o cargo de Presidente da República pelo Senado Federal, Dilma Rousseff publicou em edição extra do Diário Oficial de ontem a regulamentação do Marco Civil da Internet, cujo texto é quase o mesmo que “vazou” na internet alguns dias atrás, e publicou na edição de hoje, do dia 12, o novo decreto do programa Brasil Inteligente, lançado semana passada pelo então ministro André Figueiredo, que também se despediu do governo.

Leia mais 0 Comentários
brasil banda larga acessos conexoes fibra internet web mapa luz
Banda larga

Fazenda quer trocar R$ 17 bilhões de bens reversíveis por investimentos em banda larga

O Ministério da Fazenda divulgou hoje, 11, nota técnica em seu site, em um estudo de 15 páginas, sobre o setor de telecomunicações e apresenta uma proposta para o novo marco legal de telecomunicações. Quer acabar com as concessões de telefonia fixa, e os bens revesíveis e trocar esses bens por novos investimentos em banda larga. O ministério chega a precificar os valores desses bens – R$ 17,7 bilhões – recursos a serem investidos em redes de banda larga, pelas atuais operadoras já liberadas das concessões.

Leia mais 0 Comentários